Um atropelamento na rua Infante D. Henrique, cerca das 20.30 horas deste domingo provocou uma vítima mortal e um ferido grave.

Segundo o NT conseguiu apurar no local do acidente, Maria José Serra e Amélia regressavam a casa depois de uma excursão e ao atravessar numa passadeira foram colhidas por um veículo de marca Fiat.

Segundo uma testemunha as duas senhoras estavam a atravessar a Rua Infante D.Henrique quando o veículo lhes embateu, colocando-se de seguida em fuga.

Maria José Serra teve morte imediata enquanto Amélia foi assistida no local pelos Bombeiros da Trofa e pela equipa médica do INEM do Hospital de S.João, para onde foi transportada em estado grave.

No local do acidente estiveram duas ambulâncias dos Bombeiros Voluntários da Trofa, uma ambulância SIV do Centro Hospitalar do Médio Ave, uma viatura médica do INEM do Hospital de S.João, uma viatura de transporte de cadáveres e uma outra para limpeza da via. A Guarda Nacional Republicana da Trofa também esteve no local para registar a ocorrência.

A polícia deteve o condutor do veículo horas depois do acidente.

Recorde-se que há cerca de dois anos, naquele mesmo local tinha já ficado sem vida uma mulher, vítima de atropelamento.

Alguns populares que se juntaram no local do acidente, muitos dos quais residentes naquela zona, apontam o dedo à má localização das passadeiras que segundo eles estão “em cima dos entroncamentos e cruzamentos, reduzindo o tempo de reacção dos condutores”.

O corpo de Maria José Serra foi transportado para o Instituto Médico-legal de Guimarães para ser autopsiado.