quant
Fique ligado

Ano 2010

Trofintas continuam com inscrições abertas

Publicado

em

Cerca de 300 crianças juntaram-se no Complexo Desportivo do Clube Desportivo Trofense, em Paradela, para mais um encontro de escolas de futebol. A escola Trofintas conta com 80 crianças, mas continua com as inscrições abertas.

Inserida na Associação Portuguesa de Escolas de Futebol, a Escola Trofintas recebeu a Dragon Force, a Escola Hêrnani Gonçalves e a Escola João Manuel Pinto para um ciclo de jogos que juntou os futuros campeões do desporto rei.

No aquecimento, o pequeno trofense João Tomás é um bom exemplo de que “de pequenino se torce o pepino”. Já com ar de craque da bola, punha as mãos na cintura e lançava um olhar desafiador para o colega enquanto se preparava para mais uma finta.

É este o espírito que a secção de recreação do Trofense pretende ver nos craques de palmo e meio que frequentam assiduamente os treinos. São cerca de 80 as crianças que participam nas sessões bi-semanais, em Paradela, na Abelheira ou no Yes Indoor, o último para os mais pequenos.

Rúben Carola, um dos professores do escalão, destacou a grande evolução deste sector no clube, que conta ainda com a participação de cinco meninas. Apesar de ter um número de crianças “muito bom”, o responsável ressalva que “as inscrições ainda continuam abertas para quem quiser aparecer”.

Os jogadores mais velhos, que compõem a pré-escola, treinam na Abelheira à terça-feira das 18.30 às 19.30 horas, e à sexta-feira em Paradela à mesma hora. Já os mini treinam no Yes Indoor, recinto fechado onde aprendem a dar os primeiros toques na bola.

Publicidade

“Temos muitos craques. Jogadores que já revelam bom nível de jogo e que para o ano vão passar para as escolas de competição do Trofense, como já temos desde o nosso primeiro ano. Estamos a ser a base das equipas como a nossa equipa A, a melhor equipa de competição, que tem lá jogadores oriundos da recreação”, explica.

O objectivo deste sector é “proporcionar a todas as crianças a possibilidade de jogar futebol”. “Todos os meninos e meninas que estejam interessados em jogar, nós estamos a abrir as nossas portas para ensinar”, referiu Rúben Carola.

Os elementos de ensino passam por “apostar muito na relação com bola para desenvolver o nível técnico”. “Quando vimos que o nível técnico já está relativamente aperfeiçoado, já começamos a ensinar as tácticas de jogo, as mais básicas de futebol de três e futebol de cinco”.

Durante a manhã, os campos do complexo encheram-se de crianças que, orgulhosos pela presença dos pais, exibiam as suas qualidades futebolísticas e, não fosse o futebol como uma praia para os canarinhos, até brasileiros a escola Dragon Force já tem.

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Ano 2010

Tradição de porta em porta

Publicado

em

Por


O Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado mantém viva, ano após ano, a tradição de cantar as janeiras de porta em porta, levando o folclore da região a todas as casas.

(mais…)

Continuar a ler...

Ano 2010

Arte em quatro rodas

Publicado

em

Por

Francisco Maia tem uma oficina de restauro diferente: recupera automóveis antigos há mais de 20 anos.

(mais…)

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);