Autarquia visitou mais três empresas trofenses

No âmbito do projecto “Trofa – Concelho para Investir”, a autarquia da Trofa e a AEBA – Associação Empresarial do Baixo Ave – continuam as visitas às empresas do concelho. Nesse sentido, o presidente da Câmara Municipal da Trofa, Bernardino Vasconcelos deslocou-se às empresas Trofinox, Preh Portugal e Metalogalva.

 No passado dia 26 de Março, a Trofinox recebeu a visita do presidente da autarquia trofense, que foi recebido pelo empresário Jorge Silva que apresentou a sua empresa, dando conta do seu trabalho na área da indústria metalúrgica. A área da decoração tem sido uma das apostas da Trofinox que, por sua vez, tem consolidado o seu trabalho na área do design moderno e versátil.

Já na segunda-feira, 30 de Março, Bernardino Vasconcelos visitou a Preh Portugal, uma empresa do ramo dos componentes electrónicos, com mais de 400 funcionários, sediada no concelho da Trofa há mais de 30 anos. A visita serviu para uma reunião entre o presidente da autarquia e Marques Dias, da Preh, que deu a conhecer a empresa e guiou a comitiva numa visita às instalações.

A visita às empresas Trofinox e Preh incluiu ainda a presença do autocarro multimédia Trofabus, que possibilitou aos funcionários a realização de vários rastreios de saúde gratuitos.

Por sua vez, esta semana Bernardino Vasconcelos, o vereador da Acção Social, Jaime Moreira e o presidente da AEBA, Manuel Pontes, foram recebidos pelo sócio fundador da Metalogalva, Adelino Silva, que apresentou a empresa e levou a comitiva numa visita guiada pelos vários pólos da empresa. A Metalogalva é uma empresa da área metalomecânica, que desenvolve a sua actividade no fabrico de estruturas metálicas e galvanização, tendo sido fundada em 1971. Prova de uma dinâmica de crescimento e grande visão é hoje uma das grandes empresas do concelho da Trofa com grande implantação nacional e internacional.

O projecto “Trofa – Concelho para Investir”, que resulta da parceria entre a Câmara Municipal da Trofa e a AEBA – Associação Empresarial do Baixo Ave, visa conhecer a realidade e as dificuldades das empresas trofenses e dos seus trabalhadores, no sentido de lhes apresentar as respostas sociais e de apoio ao tecido empresarial, disponibilizadas pela autarquia e pela AEBA.