trofensesantaclara

O Trofense, que esteve a perder, venceu este domingo o Santa Clara por 2-1, em encontro da 24.ª jornada da Liga de Honra em futebol, disputado na Trofa, conseguindo saltar para a primeira metade da tabela classificativa.

Estava em causa a fuga aos lugares próximos da “linha de água”, já que Santa Clara e Trofense traziam o mesmo número de pontos (28) e sabiam, de antemão, que outros concorrentes do fundo da tabela já tinham perdido pontos.

Motivado a conseguir os três pontos e a dar um salto na tabela classificativa, o Trofense entrou melhor na partida, com Feliz a desperdiçar, de forma flagrante, uma grande oportunidade de golo, após passe de Reguila, aos 10 minutos.

O desperdício dos anfitriões foi pago caro, com o Santa Clara a conseguir adiantar-se no marcador, aos 17 minutos, na conversão de uma grande penalidade, por Lourenço. O castigo máximo castigou alegada falta de Santos sobre André Simões.


A equipa insular viu-se a ganhar cedo e pareceu decidir abdicar da sua frente de ataque. Bruno Moura viu o seu conjunto passar por muitos apuros: tentativas de Santos (livre à figura de Stefanovic, aos 31) e Crivellardo (ao lado, aos 34).

A reviravolta no marcador não surpreendeu. Zé Manel marcou de remate cruzado pela direita antes do intervalo, aos 43 minutos, o golo do empate. E, logo a seguir ao descanso, Edú disparou de fora da área sem dar hipóteses ao guardião açoriano (46 minutos).

Até ao final, destaque para Ilic, que, aos 77 minutos, após livre cobrado por Lourenço, cabeceou bem colocado, mas Marco “voou” em direção à bola e evitou o empate. João Eusébio mandou a sua equipa encostar à defesa e a barreira foi intransponível.

O Santa Clara ainda viu um dos seus jogadores ser expulso, já nos descontos, por acumulação de amarelos. Pacheco fez uma falta infantil no meio-campo, sendo o rosto do desespero dos forasteiros, que queriam o golo do empate a todo o custo.

Fonte : Lusa