O CD Trofense venceu este sábado em Ponta Delgada, por um expressivo 0-4, o Santa Clara e mantém-se no primeiro lugar da liga Vitalis. A cinco jornadas do fim António Conceição continua a não querer assumir a subida de divisão como um objectivo.

  santaclaratrofense1.jpgA primeira parte do encontro quase não teve história. As oportunidades foram repartidas para as duas formações e só depois do intervalo, revelando uma atitude mais aguerrida, O Trofense conseguiu inaugurar o marcador, por intermédio de Reguila, na sequencia de canto marcado do lado direito do ataque do Trofense, cobrado por Ricardo Nascimento.

O Santa Clara ainda tinha todas as hipóteses e aos 51, Vítor Silva cruza e Júlio César, de cabeça, acaba por fazer um passe para Paulo Lopes.

O segundo golo, surge ao minuto 56, com Nascimento outra vez na jogada, desta vez a cruzar e Moukouri a marcar.

A equipa da casa continuava à procura do golo e aos 70, Júlio César desperdiça, rematando por cima. Foi aos 72 minuto que o Trofense matou o jogo e já não deu grandes possibilidades aos insulares de dar a volta ao resultado, com o terceiro golo. Pinheiro passa por toda a gente desde do meio campo, ultrapassa médios e defesas do Santa Clara e deixa para trás João Botelho.

A correr atrás do prejuízo, açoreanos ainda levaram uma bola rente ao poste aos minuto 83 e aos 88, Mauro não teve a calma suficiente para poder enquadrar-se melhor e ter uma boa finalização.

santaclaratrofense2.jpgA equipa daTrofa ainda teve tempo para marcar o quarto golo, com Edu Souza, sem qualquer travamento, rematar para os fundos das redes da formação açoreana, para delírio dos cerca de 150 adeptos do Trofense que acompanharam a equipa à ilha de S.Miguel.

Nota negativa para Ricardo Nascimento que depois de ser substituido por Maia, saiu directamente para o balneário, dirigindo algumas palavras  menos próprias aos colegas de equipa. 

    

    Jogo no estádio da Ilha de São Miguel, nos Açores.

    Santa Clara – Trofense, 0-4.

    Ao intervalo: 0-0.

    Marcadores:

    0-1, Reguila, 46 minutos.

    0-2, Moukouri, 56.

    0-3, Pinheiro, 72.

    0-4, Edu Souza, 89.

   

    Equipas:

    – Santa Clara: João Botelho, Bruno Novo (Cleiton, 64), Accioly, Anselmo, Nuno Sociedade, Glauber, Josa, Pacheco (Ruben Rodrigues, 58), Vítor  Silva, Júlio César e Basílio (Mauro, 74).

    (Suplentes: Fernando, Cleiton, Portela, Ruben Rodrigues, Mauro, Jorge Humberto e Mozer).

    – Trofense: Paulo Lopes, Milton do Ó, Edu, Valdomiro, Rui Borges, Pinheiro, André Barreto, Zamorano, Reguila (Paulo Sérgio, 85), Ricardo Nascimento (Maia, 68) e Moukouri (Edu Souza, 73).

    (Suplentes: Marco, Maia, Edu Souza, Kazeem, Pesca, Paulo Sérgio e Gora Tall)

   

    Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa).

    Acção disciplinar: Cartão amarelo para Bruno Novo (43), Rui Borges (48), Josa (56), Paulo Lopes (63), Ruben Rodrigues (63) e Pinheiro (82).

    Assistência: Cerca de 600 espectadores.