O Trofense pôs  fim a uma série de três empates e uma derrota na Liga de Honra de futebol, ao vencer na visita ao Penafiel por 1-0, em jogo da 21ª jornada, e continua a liderar a prova.

     O golo da equipa da Trofa surgiu, perto do intervalo, num lance de bola parada. Nuno Pinto apontou o livre directo à entrada da área, com um remate forte sem hipóteses de defesa para o guardião Palatsi.

    Depois de uma primeira parte equilibrada em que o Penafiel dispôs de algumas oportunidades de golo foi o Trofense que marcou e foi para o intervalo a vencer pela vantagem mínima.

    Na segunda metade, apesar de estar em vantagem, o Trofense acusou algum nervosismo e foi o Penafiel a criar mais oportunidades de golo.

    Aos 57 minutos, um remate de Dias à entrada da área passou ao lado da baliza do Trofense, pouco depois Paulo Gomes cabeceou por cima da baliza.

    Nos últimos minutos da partida o Trofense podia ter ampliado a vantagem, valeu a grande defesa de Palatsi a parar um remate de Ricardo Nascimento.

    Depois de quatro jogos sem somar os três pontos, o Trofense conseguiu vencer e manter o primeiro lugar, enquanto o Penafiel continua nos lugares de despromoção.

   

    Jogo disputado no Estádio 25 de Abril.

    Penafiel – Trofense, 0 – 1

    Ao intervalo: 0 -1

    Marcador: 0-1, Nuno Pinto, 43.

   

    Equipas:

    – Penafiel: Palatsi, Celso, Franco, Kelly, Pedro Araújo, Hélder Sousa, Ferreira, Paulo Gomes (Lourenço, 63), Dias (Diego Mourão, 81) Bacari (Thiago, 63) e Bakero.

    (Suplentes: Avelino, Rafa, Lourenço, Diego Mourão, Penela, Jean e Thiago).

    – Trofense: Paulo Lopes, Maia, Milton do Ó, Valdomiro, Nuno Pinto, Zamorano, André Barreto, Rui Borges (Ricardo Nascimento, 69), Pinheiro, Reguila (Paulo Sérgio, 71), Edu Souza (Moukouri, 85).

    (Suplentes: Marco, Edu, Moukouri, Kazeem, Ricardo Nascimento, Paulo Sérgio e Goratall).

   

    Árbitro: Jorge Sousa (Porto)

    Acção disciplinar: Cartão Amarelo para Franco (21) (41), Ferreira (45), Kellly (46), Celso (50), Pedro Araújo (66), Thiago (89), André Barreto (94).

   

    Cartão vermelho para Franco (41)

    Assistência: Cerca de 900 espectadores.