Superiores em todos os momentos da primeira parte, as ‘águias’, que marcaram através de Martim Neto e Henrique Araújo, chegaram ao intervalo a vencer por 2-0, vantagem que era lisonjeira para o conjunto da Trofa que nesse período não mostrou argumentos para contrariar o domínio dos anfitriões.

Os planos do Trofense começaram a ruir logo aos quatro minutos quando Martim Neto inaugurou o marcador para os benfiquistas na recarga a um primeiro remate de Henrique Araújo, avançado que, aos 35 minutos, ampliou a vantagem num cabeceamento fulgurante, após assistência de Umaro Embaló.

O domínio do Benfica B no primeiro tempo foi de tal modo claro que o resultado só não era mais expressivo porque o remate de Martim Neto, aos 21 minutos, ter acertado no poste esquerdo da baliza de Rogério Santos, que aos 18 e 29 minutos, respetivamente, se opôs a remates de Paulo Bernardo e Filipe Cruz.

No segundo tempo, o Trofense entrou mais pressionante e dinâmico, conseguindo por isso criar muitas dificuldades aos benfiquistas. O golo de Bruno Almeida, aos 50 minutos, confirmou a boa reação dos comandados de Rui Duarte, que viu Matheus Índio, aos 79 minutos, desperdiçar de forma incrível o golo que daria a igualdade à sua equipa, que sofreu a primeira derrota na prova.

Com o triunfo por 2-1, o Benfica B soma agora nove pontos em três jornadas e fica à espera do desfecho de segunda-feira entre o Vilafranquense e Sporting da Covilhã para saber se termina a ronda com a companhia dos serranos na liderança da prova. Com dois empates e uma derrota, o Trofense soma dois pontos e ocupa a 13.ª posição da classificação.

Jogo no Benfica Futebol Campus, no Seixal.

Benfica B — Trofense, 2-1.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Martim Neto, 04 minutos.

2-0, Henrique Araújo, 35.

2-1, Bruno Almeida, 50.

Equipas:

– Benfica B: Svilar, Filipe Cruz, Tomás Araújo (Pedro Álvaro, 60, Diogo Capitão, 81), Pedro Ganchas, Rafael Rodrigues (Cher Ndour, 61), Rafael Brito, Martim Neto (Sandro Cruz, 61), Paulo Bernardo, Umaro Embaló, Samu (Jair Tavares, 77) e Henrique Araújo.

(Suplentes: Carlos Santos, Jair Tavares, João Resende, Henrique Pereira, Diogo Capitão, Sandro Cruz, Ronaldo Camará, Cher Ndour e Pedro Álvaro).

Treinador: Nélson Veríssimo.

– Trofense: Rogério Santos, Daniel Liberal (Keffel, 17), João Faria, João Paulo, Simão Martins, Tiago André (Gustavo Furtado, 72), Matheus Índio, Vasco Rocha, Henrique Pachu, Bruno Almeida (Andrezinho, 90) e Bruno Moreira.

(Suplentes: Rodrigo, Adilson, Andrezinho, Abel, Gustavo Furtado, Caio Marcelo, Valente, Keffel e Leiras).

Treinador: Rui Duarte.

Árbitro: João Casegas (AF Viseu).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Henrique Pachu (8), Rafael Rodrigues (30), Henrique Araújo (43), Matheus Índio (45+2), João Paulo (70), Umaro Embaló (74), Samu (76) e Jair Tavares (90+3).

Assistência: Cerca de 700 espetadores