O Santa Clara alcançou hoje a quarta vitória consecutiva na II Liga de futebol, ao vencer (3-1) o Trofense, em encontro da 15.ª jornada, disputado na Trofa, que acabou com os trofenses reduzidos a 10.

 Com três golos, dois de Reguila (quatro e 46 minutos) e um de Pacheco (57), contra apenas um do Trofense (Paulinho, aos 24), o Santa Clara conquistou a quarta vitória consecutiva na prova, afundando o clube trofense, que, com esta derrota caseira, ficou muito próximo da linha de despromoção. 

O Trofense entrou no jogo praticamente em desvantagem, já que o primeiro golo dos açorianos foi assinalado, na cobrança de uma grande penalidade, logo aos quatro minutos. Reguila, que regressou à Trofa pela primeira vez depois de uma passagem de 10 anos pelo clube trofense, marcou o castigo máximo. 

A resposta dos locais foi boa, ainda que o Trofense mantivesse um jogo demasiado previsível, e o Santa clara foi obrigado a encostar-se à sua linha defensiva. 

Aos 17 minutos, Leandro quase empatava, mas a bola saiu ligeiramente ao lado da baliza de Hélder Godinho, que, aos 24, foi totalmente surpreendido por um cabeceamento de Paulinho. 

A segunda parte começou como a primeira, com o Santa Clara a adiantar-se no marcador na sequência de um cabeceamento de Reguila, após livre marcado na esquerda (47 minutos). 

E, aproveitando a falta de discernimento dos trofenses, foi com facilidade que o clube açoriano marcou o terceiro golo, assinado pelo internacional moçambicano Pacheco (57). 

Com dois golos de desvantagem, o Trofense viu ser ainda mais dificultada a missão de hoje, já que Tiago Lopes foi expulso devido à acumulação de cartões amarelos, deixando os locais reduzidos a 10 unidades a 20 minutos do fim da partida.

Lusa