O Trofense somou hoje a primeira vitória na edição 2011/12 da Liga de Honra ao derrotar no Funchal o União da Madeira, por 1-0, em jogo da quinta jornada.

Os madeirenses sofreram a terceira derrota consecutiva e a segunda nos Barreiros, enquanto a equipa da Trofa saltou do último lugar para o 12.º, deixando o Portimonense na condição de “lanterna vermelha”.

Uma expulsão e um golo sofrido, de grande penalidade, aos 21 minutos, convertida por Reguila, condicionaram a estratégia da equipa madeirense que, apesar de tudo, reagiu positivamente às adversidades.

O guarda-redes Matt Jones derrubou um adversário na área, aos 20 minutos, recebeu ordem de expulsão e deu azo à marcação do penálti.

Contudo, uma grande penalidade falhada por Rúben Andrade, aos 43 minutos, a castigar uma mão inexistente de Pedro Santos, que também foi expulso, terá influenciado negativamente os madeirenses, sempre mais ousados que o adversário, mas pouco objetivos e ineficazes em termos de finalização.

Na segunda parte, a insistência do União da Madeira, com o propósito de chegar à igualdade, esbarrou quase sempre na boa organização defensiva dos nortenhos.

Com o passar do tempo, a segunda derrota caseira dos madeirenses foi ganhando expressão, num jogo em que o juiz de Braga, Jorge Ferreira, assumiu boa parte do protagonismo.

Jogo no Estádio dos Barreiros, no Funchal.

União da Madeira – Trofense, 0-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcador:

0-1, Reguila, aos 21 minutos (gp).

Equipas:

– União da Madeira: Matt Jones, Carlos Manuel, Fábio Ervões, Emerson (Diop, 66), Alex, Toni, Bruno (Silva, 54), Rúben Andrade, Nuno Silva (Christopher, 21), Steve e Tozé Marreco.

(Christopher, Roberto, Valter, Tiago, Silva, Etamé e Diop).

– Trofense: Marco, David, Pedro Santos, João Pereira, Pedro Araújo, Tiago, Dinis, André Carvalhas (Santos, 46), Crivellaro (Janderson, 77), Feliz (Fortes, 86) e Reguila.

(Suplentes: Trigueira, Fortes, André Viana, Janderson, Edu, Santos e Gilmar).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Alex (33), André Carvalhas (36), Dinis (48), Pedro Araújo (49), Bruno (50), Toni (64), Rúben Andrade (72) e Marco (84). Cartão vermelho direto para Matt Jones (19) e para Pedro Santos (43).

Árbitro: Jorge Ferreira (Braga).

Assistência: cerca de 400 espetadores.

{fcomment}