trofesnefesta2A subida da equipa de futebol do principal clube da cidade à primeira divisão nacional foi uma das melhores prendas que a Trofa, um dos mais novos municípios portugueses, podia ter recebido no 10º ano de vida.

    “O Trofense veio dar outra projecção ao concelho, é o embaixador do concelho”, admitiu Bernardino Vasconcelos, presidente da Câmara da Trofa.

    A questão é que, independentemente dos resultados desportivos, a presença da principal equipa da cidade entre os ‘grandes’ do futebol português teve como grande consequência que o país ficasse a saber onde fica a Trofa.

    Por outro lado, sempre que o Trofense joga em casa, o comércio local conhece uma animação fora do normal, o que é de significativa importância para a economia local.

{mp3remote}http://www.onoticiasdatrofa.pt/audio/bernarvasctrofa10anostrofense.mp3{/mp3remote}

    A verdade é que o concelho da Trofa, a cerca de 30 quilómetros do Porto, tem vindo a preparar-se ao longo da sua curta história para este momento de projecção nacional, que coincide com uma aposta estratégica da autarquia na atracção de novos residentes.

    Uma redução de 2,5 por cento no IRS é um dos atractivos oferecidos num concelho que, numa década, mais do que quadruplicou a população servida pelas redes de água e saneamento, investiu em serviços sociais inovadores, criou um parque escolar de qualidade e quase duplicou o número de jardins de infância.

    O tecido económico da Trofa, bastante diversificado, inclui mais de 4.300 empresas com sede no concelho, onde funcionam balcões de 11 instituições bancárias.

    Por outro lado, a cidade vai passar a ser servida em breve pelo Metro do Porto e estará mais acessível com as variantes às estradas nacionais 14 e 104.

    Importante também é a construção da variante da Linha do Minho, que fará com que a linha ferroviária deixe de cortar a cidade ao meio, permitindo um crescimento urbano mais harmonioso.

    O concelho da Trofa foi criado a 19 de Novembro de 1998, mas este território com cerca 72 quilómetros quadrados já é povoado há milhares de anos.

    Isso mesmo é provado pelos machados de bronze encontrados na Abelheira, o Castro de Alvarelhos ou as inscrições rupestres da aldeia de Maganha.

    A localização junto ao rio Ave e, principalmente, da importante estrada entre as cidades do Porto e Braga, que ainda hoje atravessa a cidade, deram a esta região uma relevante posição estratégica ao longo dos tempos.

    A História de Portugal também se escreveu na Trofa, onde, em 1809, as tropas comandadas pelo general Soult foram travadas pelas gentes locais na sua marcha para a cidade do Porto.

    Integradas na Comarca da Maia, de onde saíram para o concelho de Santo Tirso em 1836, durante a reforma administrativa de Mouzinho da Silveira, as oito freguesias que integram o concelho da Trofa viram os seus desejos concretizados a 19 de Novembro de 1998, quando a Assembleia da República aprovou a criação do novo concelho.

    Situado na região de Entre-Douro-e-Minho, no extremo norte do distrito do Porto, o município da Trofa estende-se por cerca de 72 quilómetros quadrados, onde vivem mais de 40 mil pessoas.

    Com apenas uma década de vida, a Trofa já tem um clube de futebol na primeira divisão e uma equipa campeã nacional de voleibol feminino, entre outros feitos desportivos que deram a conhecer ao país aquele que é um dos mais novos dos 308 municípios portugueses, a par de Odivelas.