O Trofense, reduzido a 10, ainda empatou hoje 1-1 no terreno do Desportivo de Chaves, em jogo da 12.ª jornada da Liga de Honra de futebol, mas atrasou-se na corrida à subida de divisão.

Num terreno muito pesado, devido à chuva que caiu durante a semana, os transmontanos adiantaram-se no marcador, aos sete minutos, com uma grande penalidade marcada por Carlos Pinto, mas consentiram a igualdade a Filipe Gonçalves, no segundo tempo (77), dois minutos depois de terem ficado em superioridade numérica, devido à expulsão de Reguila.

Com duas equipas interessadas em ganhar, foram o conjunto transmontano quem mais oportunidades criou, dando logo de início muito trabalho a Riça, que defendeu dois remates de Clemente, o segundo dos quais com uma intervenção incompleta, que o levou a cometer falta para penalti quando tentava impedir a recarga de Carlos Pinto.

O “veterano” jogador flaviense transformou o castigo máximo e fez o resultado com que se chegou ao intervalo. A abrir o segundo tempo, o Chaves esteve perto de dilatar a vantagem, com Clemente a desperdiçar nova ocasição, aos 49 minutos, atirando ligeiramente ao lado.

Apesar do domínio do Trofense, foram sempre mais perigosas as jogadas de ataque dos locais, e o conjunto visitante viu a situação complicar-se com o segundo amarelo e consequente expulsão de Reguila, por simular uma falta na área flaviense, aos 75 minutos.

Na sequência dos protestos, o treinador do Trofense, Vítor Olvieira, também foi expulso, mas, após a “tempestade”, Filipe Gonçalves marcou de cabeça o golo do empate, na sequência de um canto, aos 77.

A reviravolta só não acontreceu, porque, nos últimos segundos dos três minutos de compensação, Rui Rego, com uma defesa enorme, negou o “bis” a Filipe Gonçalves e garantiu a igualdade.

Jogo no Estádio Municipal de Chaves.

 

Desportivo de Chaves – Trofense, 1-1.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Carlos Pinto, 07 minutos (g.p.).

1-1, Filipe Gonçalves, 77.

Equipas

– Desportivo de Chaves: Rui Rego, Danilo, Lameirão, Ricardo Rocha, Eduardo, Bruno Magalhães, Carlos Pinto (Samson, 62), Castanheira, Siaka Bamba (João Fernandes, 46), Diop e Clemente.

(Suplentes: Daniel Casaleiro, Flávio Igor, Samson, Capuco, Vítor Pereira, Cassio e João Fernandes).

– Trofense: Riça, Bruno Sousa, Nuno Mendes (Hélder Sousa, 59), Pedro Ribeiro, Igor, Mércio (Jorge Luiz, 86) Tiago, Maciel (Hermes, 46), Filipe Gonçalves, Reguila e Williams.

(Suplentes: Marco, Ginho, Romeu Ribeiro, Hélder Sousa, Hermes. Jorge Luiz e Chaud).

Árbitro: Lucílio Baptista (Setúbal).

Acção disciplinar: cartão amarelo para Riça (07), Reguila (43 e 75), Carlos Pinto (57), Bruno Magalhães (58), Castanheira (70), João Fernandes (72), Diop (89) e Hermes (90+1). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Reguila (75). Treinador do Trofense, Vítor Oliveira, expulso por protestos.