Um golo de Richard nos descontos valeu hoje ao Gil Vicente um empate, 2-2, no terreno do Trofense, que perdeu a liderança da Liga de Honra de futebol para a Oliveirense, à passagem da 16.ª jornada.

O conjunto orientado por Porfírio Amorim marcou cedo por intermédio de Nildo (19 minutos). Serginho fez o segundo, aos 37. Mas Zé Luís fez o clube de Barcelos acreditar, ao reduzir, aos 73, e Richard estabeleceu o resultado final em período de compensação (90+2),

Numa partida em que estava em causa o primeiro lugar da prova – Trofense e Gil Vicente entraram para esta jornada com apenas dois pontos de diferença e em primeiro e quarto lugares, respetivamente – ambas as equipas mostraram porque são candidatas à subida ao escalão máximo.

Com lances de perigo repartidos nos primeiros 15 minutos, Trofense e Gil Vicente imprimiram um ritmo de jogo dinâmico à partida, destacando-se Nildo do lado dos locais.

Aos 16 minutos, o avançado ameaçou Nuno Santos que, aos 19, já não conseguiu suster o remate de Nildo, após passe em arco de Zé Manel.

Antes, o técnico Paulo Alves teve a primeira contrariedade da tarde: o defesa Cláudio saiu em braços do relvado, com uma lesão, obrigando a uma substituição madrugadora (12 minutos).

 

Feito o primeiro golo, esperava-se que os gilistas pressionassem mais, mas até foi o Trofense quem esteve mais perto de ampliar com Reguila, aos 31, a atirar à figura.

O segundo golo dos trofenses acabou por surgir com naturalidade, premiando o empenho de Serginho que só descansou depois de ver a bola no fundo das redes dos visitantes (37 minutos).

Na segunda parte, o jogo continuou a ter lances disputados ao milímetro, primeiro com um Gil Vicente a acusar muita ansiedade e um Trofense confiante. Papeis que se inverteram nos últimos 20 minutos.

Zé Manel (47) e Reguila (64 e 69) quase fizeram o terceiro, enquanto João Vilela (50) e Hugo Vieira (63) também tiveram oportunidade de reduzir.

Acabou por ser Zé Luís a fazer o primeiro golo do Gil Vicente, aos 73 minutos, aproveitando a atrapalhação da defesa da casa que ficou sem norte ao ver-se a vencer pela margem mínima.

Tudo foi permitido a Luís Carlos, aos 78, que rematou para fora, rente ao poste direito de Marco, e a Zé Luís que, aos 80, estourou contra a trave, antes de Richard conseguir mesmo o empate ao cair do pano.

Jogo no Estádio do CD Trofense, na Trofa.

 

Trofense – Gil Vicente, 2-2.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Nildo, 19 minutos.

2-0, Serginho, 37 minutos.

2-1, Zé Luís, 73 minutos.

2-2, Richard, 90+2 minutos.

Equipas:

– Trofense: Marco, João Dias, Pedro Ribeiro, Varela, Igor, Filipe Gonçalves, Tiago, Serginho (Nikiema, 73), Nildo (Gége, 85), Zé Manel e Reguila (Licá, 77).

(Suplentes: Alex Alves, Gegé, Nikiema, Outtara, Chico, Bahin e Licá).

– Gil Vicente: Nuno Santos, Júnior Caiçara, Sandro, Cláudio (Daniel, 12), Pedro Araújo, João Vilela, Luís Manuel, André Cunha (Richard, 38), Rodrigo Galo, Hugo Vieira (Luís Carlos, 66) e Zé Luís.

(Suplentes: Jorge Baptista, Filipe Fernandes, Daniel, Carlitos, Luís Carlos, Simão Coutinho e Richard).

Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Júnior Caiçara (32), Zé Manel (62), Igor (77), Serginho (73), Luís Manuel (75) e Tiago (75).

Assistência: Cerca de 2.000 espetadores.