guilherme-ramos  

S. Romão do Coronado: Guilherme Ramos recandidata-se pelo PSD para concluir a remodelação da Quinta de S. Romão

Notícias da Trofa – O que o leva a candidatar-se à Assembleia de Freguesia?

Guilherme Ramos – A razão de uma nova candidatura à Assembleia de Freguesia, deve-se fundamentalmente a três razões essenciais: Ao sentimento manifestado por um largo número de romanenses, que acham que a freguesia de São Romão do Coronado, deve continuar a poder contar com a minha dedicação, empenhamento, toda a vontade permanente de construir sempre mais e melhor; aos projectos lançados recentemente, em particular a recuperação do prédio da “Quinta de São Romão” bem como um conjunto de ideias aplicadas por toda a área pertencente á Quinta; à equipa de que venho fazendo parte e que não regateia esforços, para em conjunto discutirmos ideias, prepararmos projectos, proporcionarmos cada vez mais e melhores condições tanto para a população em geral, como para todas as Instituições como ainda para as diferentes entidades instaladas na Freguesia.

NT – Quais são os projectos que vai apresentar para o mandato?

GR – Os principais projectos a apresentar para o novo mandato, serão essencialmente: a conclusão da remodelação do prédio da “Quinta de São Romão” que irá servir para Sede da Junta de Freguesia, espaços de formação, leitura e lazer; a construção de edifício para Bar e Balneários de apoio à zona desportiva e de lazer da “Quinta de São Romão”; melhorar todo o espaço da “Quinta de São Romão” que será a curto prazo, para além de zona desportiva, também de recreio e de lazer; a construção de uma pequena piscina descoberta destinada aos mais jovens em tempo de Verão; continuar a construção de passeios ao longo da E. N. 318 e noutros locais onde se vai sentido maior prioridade; promover o arranjo urbanístico de toda a zona entre a E. B. 2/3 – Pavilhão Gimnodesportivo e o Parque da Estação, por forma a melhorar as condições de circulação, acesso aos serviços e comércio existentes no local; sensibilizar a Empresa “INDÁQUA” para avançar com a maior brevidade a construção da segunda fase de abastecimento de água a todos os lugares ainda não servidos pela mesma; sensibilizar a Empresa Municipal “TROFÁGUAS” para colocar no terreno a construção da segunda fase de saneamento básico da freguesia; sensibilizar as entidades competentes no sentido de ser dado seguimento à ampliação da Escola do 1º Ciclo e Jardim de Infância da Portela, bem como dotar a E. B. 2/3 da ampliação necessária para a incrementação do ensino Secundário na Vila do Coroando e Covelas (questões que fazem parte da Carta Educativa elaborada e aprovada recentemente).

NT – Qual é o projecto/área prioritário (a) caso seja eleito?

GR – Pelo facto da Junta de Freguesia estar a suportar custos com arrendamento das instalações onde actualmente funciona a Sede da Junta, considero que a conclusão da remodelação do prédio da “Quinta de São Romão” bem como o arranjo de todo o espaço envolvente, deverão ser entendidos como mais urgentes.

NT – Porque é que os eleitores devem votar em si?

GR – Temos provas dadas, temos muita obra feita por toda a freguesia e repartida por todas as áreas, conhecemos muito bem a realidade da freguesia, as suas dificuldades e os diferentes meios a que podemos recorrer para continuar a solucionar os problemas.

NT – Considera mais fácil governar sendo a Câmara e a junta do mesmo partido? Porquê?

GR – Devo referir que em face da experiência adquirida, será mais favorável desempenhar esse trabalho com eleitos da mesma linha partidária. Não deixo no entanto de afirmar que o objecto único da minha disponibilidade para continuar a servir a Freguesia é exactamente o de conseguir o melhor para a população e nunca subverter este princípio ao eventual desejo por mais remoto que seja, de usar a eleição para me submeter aos interesses político partidários.