BTTAdrenalina e muita velocidade marcaram a segunda prova de BTT, vertente de Downhill a contar para a Taça de Portugal, este domingo, na Trofa. A prova que começou no Monte de S. Gens e terminou em Cidai, na freguesia de Santiago de Bougado, atraiu centenas de participantes e também curiosos que não quiseram perder os momentos radicais característicos deste desporto.

Foram 370 os corredores que marcaram presença no Monte de S. Gens, em Santiago de Bougado, para dar início à segunda prova de BTT na vertente de Downhill para a Taça de Portugal. O traçado técnico e com algum pedal não causou grandes problemas aos atletas, que se mostraram satisfeitos com a organização da prova.

A Associação Recreativa de Paradela foi a única equipa trofense em prova e os atletas acusaram a paragem na última temporada, devido a “falta de apoios”, adiantou José Costa, responsável pela modalidade de BTT na associação.

Pedro Gomes foi o único a conseguir chegar ao pódio e por apenas um segundo não conseguiu o primeiro lugar na categoria Promoção.

Satisfeito com a realização da Prova na Trofa e com a volta dos seus atletas às competições estava também José Ferreira, presidente da equipa da AR Paradela.

“Os atletas estão muito satisfeitos com a prova, porque também estão a correr em casa, mas quero essencialmente agradecer a todo o público que esteve em Cidai e no Monte de S. Gens, porque a prova este ano não foi para o mesmo sítio, este ano viramos a meta para o lado de Cidai e ficou uma pista com um grau de dificuldade diferente para os atletas e tivemos uma boa adesão à prova”, afirmou.

Na entrega de prémios esteve também presente Bernardino Vasconcelos, presidente da autarquia trofense, que não escondeu o orgulho em poder participar na organização da segunda prova da Taça de Portugal, que trouxe à Trofa centenas de amantes deste desporto radical.

Cláudio Loureiro, foi, sem surpresas, o grande vencedor da prova na categoria de elites que fez o percurso em um minuto e 59 segundos.

 Clique em Play para ver o video