Prova foi mais dinâmica e atraiu muito público

Velocidade, drift… e imprevistos. Todos os ingredientes do desporto automóvel estiveram presentes na Super Especial da Trofa. A edição 2013, que esteve na estrada a 7 de setembro, junto à estação de comboios da Trofa, distinguiu-se pela prova noturna e pelo maior dinamismo, que evitou tempos mortos na pista.

Pelo percurso passaram 45 pilotos e muitas máquinas de quatro rodas distintas, quer pelo arrojo do design, quer pelos efeitos luminosos e sonoros que deram um cunho especial à Super Especial da Trofa. Na realidade, o som estridente dos motores não deixava indiferentes os espectadores que se reuniram à volta do percurso para assistir à prova.

Para os amantes do drift, a surpresa estava reservada para o fim, com as manobras perigosas de A. Peixoto e Isac Pedroso, ao volante de dois Toyota Corolla, que ficarão marcadas no asfalto junto à estação de comboios da Trofa.

A piloto Cátia Faria, que conduzia um Datsun 1200 Coupé, protagonizou o acidente mais aparatoso da prova, mas não sofreu quaisquer ferimentos. Para a história, ficou o derrube de um poste e de colunas do som. 

Leia a reportagem completa na edição do jornal O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.