Select Page

Sócrates sensível à nova Ponte sobre o Ave

Sócrates sensível à nova Ponte sobre o Ave

Um pequeno incidente, entre a Ministra da Educação e o presidente da Camara Local, marcou esta quarta-feira a visita de José Sócrates à Continental Mabor, em Vila Nova de Famalicão. Armindo Costa pediu a José Sócrates que invista numa nova travessia sobre o Rio Ave que sirva a Continental, e o Primeiro Ministro deixou o repto…a três (Trofa, Famalicão e Governo) podemos ultrapassar esta situação. Apresentem um projecto ao Ministério dos Transportes".

A frontalidade da ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, e do presidente da Câmara de Famalicão, Armindo Costa, originou uma pequeno mal estar entre os Socrates esteve na Continental Mabordois à chegada da comitiva chefiada pelo primeiro Ministro José Sócrates à fabrica de pneus Continental Mabor.

"Não posso dizer que tenho muito prazer (em o cumprimentar)", foi a afirmação proferida pela ministra da Educação, dirigindo-se ao autarca de Famalicão.

O incidente, que Armindo Costa considerou "não ter qualquer significado", foi presenciado por jornalistas e convidados, mas foi desvalorizado pelo autarca, que o atribuiu "à frontalidade que me caracteriza a mim e à Sr. Ministra. A senhora ministra é uma pessoa frontal e o presidente da Câmara de Famalicão também o é, ambos dizem o que entendem que devem dizer", frisou Armindo Costa, em declarações aos jornalistas no final da visita.

O autarca, depois de muito questionado por alguns jornalistas revelou que a atitude da ministra terá sido provocada por afirmações que fez recentemente criticando o Ministério da Educação relativamente a questões relacionadas com a segurança dos professores nas escolas. O edil aformou que "da mesma forma que elogio, quando entendo que algo foi bem feito, também tenho o direito e o dever, enquanto cidadão e autarca, de criticar o que entendo estar mal", asseverou.

José Sócrates visitou a Continental Mabor como forma de reconhecimento pelo "excelente trabalho" que a empresa tem vindo a desenvolver, no âmbito da parceria estabelecida com a Associação Empresarial do baixo Ave (AEBA), através do seu CRVCC – Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências que possibilitou a 27 funcionários obterem certificação de equivalência ao 9º ano de escolaridade.

O primeiro-ministro apelou aos cerca de meio milhão de jovens portugueses, entre os 18 e os 24 anos, que estão a trabalhar mas não possuem o 12º ano de escolaridade, para que regressem à escola para concluir os estudos secundários. "É preciso que regressem aos estudos para concluírem o 12º ano, o país precisa que se qualifiquem», afirmou Sócrates, sustentando que "o aumento das qualificações é a melhor forma de aumentar a riqueza do país".

Melhoria de acessibilidades sensibiliza Sócrates

O primeiro ministro mostrou-se sensível à necessidade, defendida por Armindo Costa, da construção de uma nova travessia sobre o Rio Ave, que ligue os concelhos da Trofa e Vila Nova de Famalicão e que sirva de acesso rápido à Continental Mabor.

Numa conversa privada, já no final da visita, José Sócrates garantiu que o Governo não vai assumir sozinho esse investimento e sugeriu que os dois concelhos se organizem e apresentem uma proposta conjunta.

Armindo Costa garantiu aos jornalistas ter dito ao Primeiro-Ministro que "a empresa está muito mal servida de acessibilidades e estive a explicar as razões. Disse-lhe ainda que temos um projecto, só não temos dinheiro. Ele disse "nós também não temos dinheiro, mas uma empresa destas merece um esforço" e disse para fazemos uma parceria com a Trofa e falarmos depois com o Ministério das Obras Públicas".

O autarca diz que "para esta obra são precisos 2 milhões de contos para ligar Lousado à zona do Hospital da Trofa".

Apesar de não garantir que vai assumir os custos da obra, José Sócrates terá dito ao autarca de Famalicão para cada concelho assumir os encargos da obra no seu território e pedir colaboração do ministério para comparticipar a nova travessia, mas "sem endividamento das autarquias"

Armindo Costa garantiu que na segunda semana de Abril se vai reunir com Bernardino Vasconcelos, autarca da Trofa para discutir o projecto "durante um almoço e rapidamente avançarmos", concluiu.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização