Select Page

Soares recebido calorosamente na Trofa

 

soares.jpg

 

 

 

 

O candidato apoiado pelo Partido Socialista às eleições presidências não se pode queixar da sua passagem pelo Distrito do Porto

 

, mais concretamente pelos concelhos da Trofa e Santo Tirso. Eurico de Melo abraçou Soares em terras Tirsenses mas garantiu que não o vai apoiar.

 

 

 

Mário Soares garantiu este sábado que na candidatura adversária insinuou-se “uma dúvida metódica”. Após Cavaco Silva ter dito ao Expresso que “está preparado para ir a uma segunda volta e vencer”, Soares afirmou que, quanto à segunda ida às urnas, vai “fazer-lhe a vontade”. Mas foi o “mimo de Cavaco” que marcou de forma mais vincada o discurso de Soares. Segundo o candidato socialista, Cavaco disse de si próprio em Viana do Castelo que “o presidente, nesta hora difícil para o país tem de correr o risco de cooperar com o governo”. Ironizando, Soares acrescentou que “para um candidato que nunca corre riscos, a concertação estratégica de Cavaco “nunca sairá da gaveta”.

O histórico do PS visitou a feira e mercado da Trofa, em dia de feira e foi, de barraca em barraca, cumprimentando vendedores, clientes e simples curiosos que estavam ali para “ver Soares”.

Uma senhora emocionou-se quando se cruzou com Soares, dizendo-lhe ter 82 anos. "Eu tenho 81 e, portanto, somos da mesma geração", comentou o fundador do PS, tendo atrás quase uma centena de ruidosos apoiantes, entre os quais um que empunhava um cartaz feito à mão. "Soares é competente e já provou vezes e vezes. Pede o voto a toda a gente para salvar os portugueses", lia-se no cartaz.

soares_t.jpgMesmo em terreno laranja, Soares esteve à vontade, e foi bem recebido pelo povo que o aguardava. Apesar de algumas palavras mais duras, rapidamente "abafadas" pelos socialistas que acompanhavam o candidato, o Norte mostrou-se “caloroso” na recepção. O ex-presidente da câmara de Matosinhos assumiu, ao longo da volta à feira da Trofa, um lugar de destaque na mobilização, incitando aos cânticos e afastando uma senhora que gritava para Soares “vai dormir!”.

Da feira a comitiva “rosa” seguiu para a Rua Conde S.Bento onde Mário Soares, sempre acompanhado pela deputada trofense Joana Lima e por José Sá, foi cumprimentando lojistas e transeuntes e acabou mesmo por entrar em algumas lojas.

A caravana seguiu depois para Santo Tirso onde o aguardava uma verdadeira multidão de simpatizantes, liderada por Castro Fernandes, autarca tirsense. Com os bombos à mistura, e palavras de ordem e vivas, o candidato é incansável no contacto popular: entre apertões e empurrões, com gritos que garantem que “ninguém pára o Soares”, a arruada mostrou-se favorável e prometedora de uma “vitória”, diz o candidato.

Num restaurante da cidade, com centenas de apoiantes, o candidato asseverou que “a campanha está a ganhar um dinamismo cada vez maior”. Porque “há coisas que não enganam” como o “contacto caloroso com o povo”, “sem rede, no interior de uma grande feira ou pelas lojas”.

Eurico de Melo, depois de um abraço “amigo” a Soares, fez questão de frisar que são “democraticamente adversários”. Porque a “amizade não tem nada a ver com a política”, reafirmou o candidato presidencial, o acto simbólico criado apenas indica que o ex-ministro de Cavaco quis receber o ex-chefe de Estado na sua terra natal.

Ao contrário do que tem acontecido, Soares seguiu para mais uma arruada, bem organizada, deu um pézinho de dança com uma tirsense do Rancho Folclórico de S. Pedro de Roriz, e acabou no cimo de uma carrinha, a falar ao megafone, para agradecer a “recepção entusiástica”, que anima o candidato a “seguir em frente até à vitória”. Na pastelaria mais antiga da cidade de Santo Tirso, Soares parou para saborear um jesuíta, doce típico da região, ladeado pelo ministro da Administração Interna, António Costa, o deputado socialista José Lello, a ex-presidente da Porto 2001, Teresa Lago.

A jornada foi acompanhada de perto por Francisco Assis, Elisa Ferreira, Joaquim Couto e Rosa Mota. Já os rivais Narciso Miranda e Manuel Seabra estiveram sempre presentes, mas nunca se encontraram ao longo do percurso.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização