O treinador do Clube Académico da Trofa foi homenageado no concelho que o viu nascer. Santo Tirso entregou-lhe Medalha de Mérito Municipal.

A 25 de abril, em Santo Tirso, a liberdade foi assinalada com a distinção de várias personalidades e instituições locais. Manuel Barbosa, treinador do Clube Académico da Trofa, foi um dos 13 homenageados com Medalhas de Mérito Municipal.

“Este prémio foi entregue a mim, mas é de muita gente que nos ajudou a ganhar, um conjunto de jogadoras e treinadores que estiveram comigo desde que eu comecei a treinar. Há pessoas que estão comigo há muitos anos e a quem eu devo muito”, confessou o técnico. Entre essas pessoas está “um colaborador, um amigo e um companheiro”: Pedro Almeida. Pedro Novais, que trabalhou com Barbosa durante anos e “por motivos pessoais” não pode estar ao seu lado agora também é recordado assim como Sara Souza e Catarina Costa, atuais jogadoras do CAT. Sara é pupila do treinador há dez anos e Catarina há sete. “Sem eles não seriam possíveis todos estes triunfos”, atestou o técnico.

A humildade do treinador vem ainda mais ao de cima quando garante que “não” liga muito a “prémios individuais”:”Trocava qualquer dos prémios que ganhei ao longo destes anos, qualquer um que fosse, pelo campeonato deste ano”. “Com as dificuldades que temos tido, ganhar o campeonato este ano seria extraordinário”, confessou.

Questionado sobre se não deveria ter sido outro concelho a fazer a homenagem, o treinador da equipa trofense, desvaloriza: “A Trofa deve reconhecer o trabalho que este grupo e estas pessoas têm feito pelo Clube Académico da Trofa e pelo concelho da Trofa”.

 

{fcomment}