stirso.jpg

 

 

 

 

 

O Governo pretende criar, até 2012, 20 novas equipas por ano de sapadores florestais, que terão cinco elementos cada.

 O anúncio foi feito, esta segunda-feira, em Santo Tirso, por Rui Nobre Gonçalves, secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e Florestas.

De acordo com o governante, a Direcção-Geral dos Recursos Florestais recebeu «dezenas» de solicitações para a criação destas brigadas, no entanto, como os recursos são escassos, «apenas é possível criar 20 novas unidades».

Deste modo, o Executivo pretende divulgar ainda este mês quais os municípios que este ano receberão as equipas, cujo trabalho consiste em vigiar as florestas e realizar a primeira intervenção em caso de incêndio, acrescentou o secretário de Estado.

Rui Nobre Gonçalves apelou ainda à sensibilização da população relativamente às questões relacionadas com a floresta e lembrou que em Vila Real, iria decorrer a primeira discussão pública da Estratégia Nacional das Florestas. Trata-se de um «instrumento com grande relevância, na medida em que se pretende atingir uma definição do que a sociedade quer para a floresta a médio e longo prazo».