Sandro Eusébio vai representar Portugal no Campeonato do Mundo de Powerlifting em Mikkeli, Finlândia, entre 1 e 7 de Novembro. Atleta tem escola da modalidade no concelho da Trofa e quer ter mais pessoas a representar o país.

A participação nos concursos “O Homem Mais Forte de Portugal” e “O Homem Mais Forte da Península Ibérica” foram o ponto de partida para uma carreira de títulos. Sandro Eusébio, considerado por muitos como um dos melhores powerlifters portugueses, tem uma escola da modalidade em Alvarelhos e o próximo desafio é participar no Campeonato do Mundo para profissionais em Mikkeli, Finlândia, entre os dias 1 e 7 de Novembro.

A prova vai juntar mais de 500 atletas de 43 países e Sandro será o único atleta a representar Portugal.

Eusébio treina powerlifting há 15 anos, mas só há 11 é que encara a modalidade com seriedade. Esta prova na Finlândia é a primeira além-fronteiras como atleta, já que como seleccionador e treinador levou alguns atletas ao Campeonato Ibérico de powerlifting, em que venceram.

Para quem não conhece, esta modalidade é composta por três movimentos básicos: agachamento, supino e peso morto.

“Embora o powerlifting pareça uma modalidade muito bruta, abrange um vasto leque de atletas de diferentes escalões etários, dos 14 anos a mais de 80. Isto quer dizer que nunca é tarde para se começar, embora requeira uma grande disciplina”, explicou ao NT.

No site de vídeos Youtube multiplicam-se as imagens que mostram Sandro Eusébio em competição. Um deles mostra o atleta a puxar um camião, e o exercício não passava de um treino. “O que me move a praticar esta e não outra modalidade é a adrenalina que provoca”, referiu.

Para além da escola de Alvarelhos, Sandro tem mais duas, uma em Vila do Conde e outra em Ribeirão, para que para o ano, afirma, “possamos ser mais a representar Portugal”.