Foi com um golo tardio e “amargo”, que o S. Romão viu interrompido o seu percurso de triunfos que já ia longo, no jogo da décima terceira jornada em casa do Desportivo de Portugal.

O Desportivo de Portugal entrou na partida mais forte do que o S. Romão, explorando a situação de ataque rápido, forçando o adversário recuar no seu meio campo. Sucediam-se os cantos e os remates e aos 10 minutos a equipa da casa viu a bola a ultrapassar a linha de golo, mas o golo não foi validado, já que três jogadores encontravam-se em situação de fora de jogo. O S. Romão, por sua vez, não conseguia interligar sectores, perdia a bola com facilidade e não conseguia impor o seu jogo. A determinação da equipa da casa nos seus constantes ataques não permitia que o meio campo romanense se impusesse na construção de jogo ofensivo. Mesmo inferior, o S. Romão ainda tentou surpreender com alguns remates encetados por Baradas, Raimundo, Conceição, Martins e Gusto.

Na segunda parte e ciente que podia ganhar o jogo, o S. Romão impôs-se obrigando agora, o Desportivo de Portugal a descer para a sua defesa, mantendo dois homens na frente. Com o decorrer do jogo os confrontos foram-se originando, pelo que houve dois cartões vermelhos para a equipa de S. Romão. Depois das duas expulsões e já perto do fim, a equipa da casa consegue marcar, vencer a partida e interromper a série de bons resultados do S. Romão.

José Manuel Monteiro, treinador do S. Romão, afirmou que esta derrota teve um sabor muito amargo, “devido ao seguimento das exibições que fizemos e dos resultados que conseguimos”. Contudo sublinha que a confiança nos seus jogadores “mantêm-se intacta” e que o S. Romão “vai reagir como uma equipa grande e, certamente atingir todos os seus objectivos”.

Recorde-se que na jornada passada o S. Romão venceu, por uma margem bastante destacada, a equipa do Covelas. O marcador fixou-se em 6-0 e, cinco deles foram marcados apenas, na primeira parte. O golo que inaugurou o marcador aconteceu aos seis minutos, por intermédio de Vitó. Seguiram-se mais golos, estes marcados por Raimundo, Ricardo e Baradas. Relativamente a este jogo José Manuel Monteiro sublinhou a importância do apoio dos sócios e também agradeceu e dedicou a vitória à direcção “pelo empenho e apoio que diariamente nos dispensam”.