Select Page

EDP investe na Trofa

edp.jpg

 

 

 

 

 

Com esta nova estrutura a EDP pretende aumentar a qualidade do serviço prestado nos vários concelhos da sua área de influencia

como é o caso de Santo Tirso, Vila Nova de Famalicão e Trofa. A inauguração decorreu esta terça-feira

 

A EDP – Energias de Portugal inaugurou esta terça-feira uma nova subestação na freguesia do Muro, concelho da Trofa na qual investiu a módica quantia de 2,6 milhões de euros.

a, reflectindo-se estas melhorias nos níveis de tensão, na diminuição do numero de interrupções de serviço e tempo, uma maior flexibilidade de exploração da rede de Média Tensão e na garantia da satisfação do crescimento dos consumos.

Norton Brandão, presidente do Conselho de Administração da EDP Distribuição considerou esta nova subestação como “muito importante para a qualidade de serviço da empresa nesta área geográfica” acrescentando que “com este investimento a Trofa e concelhos limítrofes não terão problemas ao nível do abastecimento de energia, caso queiram aumentar o seu parque empresarial ou mesmo habitacional”, frisou.

Já Bernardino Vasconcelos, presidente da Câmara com quem a EDP desenvolveu todo este processo de instalação congratulou-se com o facto de “a empresa energética ter feito este investimento no concelho da Trofa” salientando que “até há bem pouco tempo atrás as empresas e os pequenos consumidores estavam a ser lesadas por constantes cortes de energia que se transformava num transtorno”, frisou.

A subestação do Muro é alimentada em Alta Tensão a partir da subestação de Vermoim ou da de Lousado e além dos dois painéis de 60 kV, dispõe de um transformador de potência com seis saídas de linhas de Media tensão: Muro I, Muro II, Covelas, Pateiras, Lantemil e Metro.

Equipada quase na sua totalidade por equipamento de origem nacional esta subestação é uma instalação de tipo misto, com parte da aparelhagem instalada no exterior e outra parte no interior do Edifício de Comando e foi projectada tendo em conta a possibilidade de vir a ser ampliada.

A sua concepção tecnologicamente avançada e de elevada fiabilidade permite ser comandada à distância, funcionalidade que lhe garante uma substancial redução de tempo na detecção e reparação de uma eventual anomalia na rede.

Apesar de só agora ter sido inaugurada, esta estrutura está já em funcionamento desde Abril deste ano.

António Ferreira, Director da Área de Rede Ave Sousa explicou em traços gerais as mudanças operadas com a instalação desta nova estrutura. “Nós tínhamos o concelho da Trofa servido por oito linhas que entravam na Trofa e faziam a alimentação da luz eléctrica. Linhas essas provenientes de subestações, nenhuma delas localizada neste concelho. Verificamos a necessidade de construir uma nova subestação, fazer um grande investimento aqui no concelho. Interagimos com a Câmara Municipal e juntos encontramos uma solução no terreno que nos permitiu fazer um projecto para esta zona Ao dispor de mais treze linhas a EDP vai assim aumentar “a rede disponível, uma melhor qualidade de serviços da onda de tensão, uma vez que a subestação está próxima das fontes de alimentação. Desta maneira qualquer avaria a acontecer vai ter um impacto menor porque cada linha vai alimentar um conjunto de clientes menor do que tinha anteriormente.”

As linhas vão ser mais curtas e quando houver uma situação de rede conturbada não precisar de percorrer para localizar determinada avaria, o percurso é menor e vai haver uma diminuição do tempo.

 

 

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização