Uma estreia amarga para os homens de S. Romão. Na viagem ao reduto do Pasteleira, na  jornada inaugural da 2ª Divisão, série 1, da Associação de Futebol do Porto, a equipa liderada por José Carvalho não evitou a derrota por 2-0.

  Uma derrota por duas bolas foi o resultado do jogo frente ao Pasteleira, onde os homens do S. Romão se mostraram apáticos, facilitando assim a tarefa do adversário. 

A jornada inaugural da 2ª Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto, Série 1, levou, no passado domingo, a formação do S. Romão ao reduto do Pasteleira.

A partida começou com um ritmo calmo, sem grandes construções ofensivas e com o S. Romão a desenvolver o jogo maioritariamente pelo seu flanco direito.

O primeiro lance de maior destaque deu-se ao minuto 13, quando Fábio rematou à figura de Hugo, acabando esta por ser interceptada pelo mesmo.

Os homens da Pasteleira desde cedo deram conta de espaços vazios deixados pelo S. Romão, aproveitando este facto para subirem em direcção à baliza do visitante.

Aos 15 minutos da partida, João empurrou a bola para as redes do S. Romão, inaugurando assim o marcador. Possivelmente pela falta de hábito de jogar em piso sintético, a formação do S. Romão mostrou-se um pouco desorientado, o que se reflectiu na dinâmica de jogo.

Alguns minutos antes de soar o apito para o intervalo, Carlos fez levantar o banco do S. Romão, com um remate que passou bem perto da trave do guardião Jorge.

Se dentro de campo o ritmo era calmo, nas bancadas os ânimos exaltaram-se no início da segunda metade, o que também deixou os homens do vermelho e branco mais apreensivos, aproveitando o Pasteleira este momento mais frágil para, aos 55 minutos fazer o 2-0, através de Fábio.

Apesar da diferença no marcador, o S. Romão continuou a tentar levar o seu colectivo a avançar no terreno em direcção à área adversária e por vezes os homens da frente tiveram a oportunidade de finalizar, mas tal não sucedeu, acabando o S. Romão por sair da primeira jornada com uma derrota por duas bolas.

No final do encontro Nuno Maia, treinador dos vencedores, revelou com satisfação ter sido “um bom jogo, em que o S. Romão foi um bom adversário, não facilitou a nossa tarefa, mas temos homens com bastante velocidade na frente e assim acabamos por tirar vantagem sobre o S. Romão”.

Apesar de considerar que a prestação em campo poderia ter sido mais eficaz, José Carvalho, técnico principal da formação romanense, garantiu que a atitude dos jogadores está mais positiva. “Tivemos oportunidade de marcar bastantes vezes, essencialmente na segunda parte, mas não o fizemos e acabamos por perder, mas o futebol é assim mesmo”, finalizou.

No próximo domingo o S. Romão recebe em sua casa a equipa da Foz, para uma partida a contar para a segunda jornada do campeonato.

 

Resultados 1ª Jornada 

Pedroso 3-0 Sporting Cruz

Salgueiros 08 1-2  Paradela

Atlético Vilar 1-3 Vilar Pinheiro

Vila Chã 2-0 Ramaldense

Rio Tinto 1-0 Inter Milheirós

Foz 2-1 Lusitânos

Pateleira 2-0 S. Romão 
 
 

Classificação

  1. Pedroso – 3 pontos

  2. V. Pinheiro – 3 pontos

  3. Pasteleira – 3 pontos

  4. Vila Chã – 3 pontos

  5. Foz – 3 pontos

  6. Paradela – 3 pontos

  7. Rio Tinto – 3 pontos

  8. Águas Santas – 0 pontos

  9. Salgueiros 08 – 0 pontos

  10. Lusitanos – 0 pontos

  11. Inter Milheirós – 0 pontos

  12. Atl. Vilar – 0 pontos

  13. Ramaldense – 0 pontos

  14. S. Romão – 0 pontos

  15. Sporting Cruz – 0 pontos

Próxima jornada

Paradela-Pedroso

Vilar Pinheiro-Salgueiros 08

Ramaldense-Atlético de Vilar

Inter Milheirós-Vila Chã

Lusitânos-Rio Tinto

S. Romão-Foz

Águas Santas-Pasteleira