Com objectivo bem delineados relativamente ao campeonato que milita, o S. Romão não conseguiu mais uma vez vencer, desta vez frente à formação do Lusitano de Santa Cruz. O empate a uma bola que se estabeleceu ainda na primeira parte, manteve-se até ao final do jogo, o que levou a equipa de José Manuel Monteiro somar apenas um ponto.

O S. Romão entrou melhor no jogo e à passagem dos vinte minutos Miguel em progressão e em drible pelo flanco direito, entrou na área e rematou cruzado e inaugurou o marcador. A toada de jogo manteve-se com a alteração do esquema táctico dos visitantes. O mau estado do terreno permitia muita disputa de bola e o S. Romão errava em alguns passes. Perto do final da primeira parte após uma jogada de envolvimento do ataque do Lusitano de Santa Cruz, o lateral esquerdo do S. Romão comete falta dentro da área e na conversão do castigo máximo surge o golo do empate. Na segunda parte e fruto das alterações de jogadores o S. Romão passou a jogar com dois homens fixos na frente, mantendo toda a estrutura no meio campo e na defesa. Apesar de tentar chegar à vantagem, o estado do terreno e a ansiedade dos jogadores de São Romão não permitiram que tal acontecesse.

Mesmo com o empate José Manuel Monteiro mostra-se confiante com o seu grupo de trabalho e refere que “não nos vamos deixar abater”.