Rui Pedro Silva e Inês Monteiro são os chefes-de-fila das selecções nacionais de corta-mato, que se concentraram esta terça-feira na Maia, com vista à preparação do Campeonato da Europa de crosse, que se disputa em Bruxelas, a 14 de Dezembro.

As selecções, anunciadas pela Federação Portuguesa de Atletismo, apresentam equipas completas em seniores, sub-23 e juniores, tanto em masculinos como femininos, o que acontece pela primeira vez.

O destaque vai para a selecção de seniores femininos, com uma equipa muito forte e que permite alimentar esperanças da reconquista do título, depois da decepcionante prestação de há um ano em Toro, Espanha, onde as portuguesas foram apenas terceiras, atrás de Espanha e Grã-Bretanha.

rui-pedro-silvaInês Monteiro (Maratona), a melhor europeu no início desta época de Inverno, é candidata a uma medalha, tanto mais que a espanhola Marta Dominguez, campeã em 2007, não defende o título.

Jessica Augusto (sem clube este ano), poderá também melhorar o 11º lugar em Toro e ajudar a equipa, completando-se a equipa com as experientes Ana Dias (CB Faro) e Anália Rosa (Maratona) e com Dulce Félix (Sporting Braga) e Sara Moreira (Maratona).

Ana Dias, vencedora do crosse da Amora, e Sara Moreira, primeira em Torres Vedras, também demonstraram em Novembro atravesar um bom momento de forma.

Rui Pedro Silva (Maratona), de regresso aos seus melhores dias – foi o melhor luso no Crosse de Oeiras -, lidera uma equipa onde não está nenhum dos cinco mais bem classificados dos últimos Campeonatos de Portugal.

Eduardo Henriques, o campeão nacional, não quis investir na época de crosse, tal como Manuel Damião e Luís Jesus, Paulo Gomes está lesionado e Ricardo Ribas em manifesta má forma, o que deixou várias vagas na equipa.

José Ramos (Conforlimpa) regressa de forma surpreendente à selecção, aos 40 anos, e Eduardo Mbengani, de apenas 23, também da “equipa das limpezas”, corre pela primeira vez com a camisola da selecção nacional, depois da recente naturalização.

Os outros três elementos são Licínio Pimentel (Conforlimpa), Rui Teixeira (Joane) e Pedro Ribeiro (Maia).

Em sub-23 masculinos Portugal apresenta a grande sensação do momento, António Silva (Mangualde), recente vencedor absoluto em Torres Vedras, onde derrotou, entre outros, Pedro Ribeiro e Rui Teixeira, que estarão na selecção sénior.

Com António Silva e o mais experiente Nuno Costa (Maratona), Portugal pode apontar para uma boa classificação colectiva.

Em su-23 femininos são as bracarenses Ercília Machado e Joana Costa e ainda Solange Jesus, da ADERCUS, as mais cotadas. Bruno Albuquerque (FC Porto) e Daniela Cunha (Várzea) encabeçam as equipas de juniores.

Os 35 atletas seleccionados ficarão agoram em estágio na Maia, com orientação dos técnicos nacionais João Campos, Pedro Rocha e Maria do Sameiro Araújo.

A 12 viajam para Bruxelas, regressando a 15, um dia depois da prova.