Rui Pedro Silva ficou hoje "um bocado frustrado" com o 34º lugar nos 10.000 metros dos Jogos Olímpicos Pequim2008, com 29.09,03 minutos, depois de uma queda logo na segunda volta ter condicionado a sua corrida.

ruipedrosilva.jpgDepois de ser o penúltimo a cortar a meta, mais de dois minutos após o vencedor, o etíope Kenenisa Bekele, que conseguiu um novo recorde olímpico de 27.01,17, o atleta da Trofa, de 27 anos, afirmou que esta não foi a estreia em Jogos Olímpicos que esperava.

"Não foi a estreia que esperava, mas… Claro que não estou satisfeito. Vinha para fazer melhor, mas não foi possível. São coisas que um atleta não gosta de passar, ainda por cima logo na minha primeira vez. É um bocado frustrante", afirmou.

Rui Pedro Silva descolou do pelotão ao sofrer uma queda logo no início da segunda volta, a qual depois o obrigou a gastar energias na tentativa de se aproximar do grupo que seguia à sua frente.

Como esperado, a corrida foi dominada pelos atletas da Etiópia, Quénia e Eritreia, com o recordista mundial (26.17,53) e olímpico (27.05,10) Bekele a impor um vigoroso sprint nos últimos 200 metros para ganhar com 1,6 segundos de vantagem sobre o também etíope Sileshe Sihine e 2,84 sobre o queniano Micah Kogo.

Campeão do Mundo dos 10.000 metros em 2003, 2005 e 2007 e campeão olímpico em Atenas2004, onde ainda foi segundo nos 5.000, Kenenisa Bekele, 26 anos, fez 27.01,17 e retirou 4,73 segundos ao recorde olímpico que fixara há quatro anos na capital grega.

Aos 35 anos, o etíope Haile Gebrselassie, campeão olímpico da distância em Atlanta1996 e Sydney2000, terminou apenas na sexta posição, depois de em Atenas2004 já ter sido quinto.

{mp3remote}http://mp3.rtp.pt/mp3/wavrss/desp/futebol/23848_17615.mp3{/mp3remote}