Mais de uma centena de pilotos mostraram todo o seu valor ao volante de autênticas máquinas que correram nas ruas de Famalicão, ao rubro. Uma excelente promoção aos ralis, no qual Rui Azevedo conseguiu deixar ao rubro o muito público que assistiu a esta prova.

  Com uma organização irrepreensível a cargo da Secção de Desportos Motorizados do Futebol Clube do Porto e com o apoio da Câmara Municipal de Famalicão, a 2ª edição da Super Especial de Famalicão, uma iniciativa que deveria ter mais eventos em outras cidades, foi um verdadeiro sucesso. No passado domingo as ruas de Vila Nova de Famalicão encheram-se para acolher esta prova que, tem como particularidade, de ser ela a ir ter com as pessoas e não o contrário, como acontece na maioria das provas onde por vezes é necessário percorrer centenas de quilómetros para assistir aos ralis. Dados da organização confirmam que este rali foi vista por cerca de 20 mil pessoas.

Na vertente desportiva a prova foi, deveras, emocionante com vários pilotos a lutar pelo lugar mais alto do pódio, e um desses pilotos foi Rui Azevedo, mas um pequeno erro e uma vontade enorme de pôr o Ford Escort a andar mais para o lado do que para frente não o deixaram fazer um tempo condizente com o seu valor. No entanto Rui Azevedo foi exemplar na animação do público, uma prestação magistral com slides perfeitos a deixar a multidão completamente em delírio. Joaquim Jorge e Joaquim Santos também pouco se importaram com o cronómetro e seguiram o exemplo de Rui Azevedo e brindaram os presentes com um espectáculo soberbo. Destaque para José Pedro Gomes, vencedor da prova, num Ford Escort que participa no Nacional de Montanha com uns generosos 600 cavalos de potência. Na 2ª posição terminou António Areal num Renault Clio, enquanto que António Teixeira, num Mitsubishi Lancer, conquistou o último lugar do pódio. Estes 3 pilotos terminaram separados por apenas 8 décimas de segundo.

Finda a prova, António Costa, na passagem extra que foi disponibilizada aos 10 primeiros da geral, cometeu um exagero e foi de encontro a um passeio com grande violência partindo as duas jantes do lado direito.

Miguel Mascarenhas

Marco Monteiro