O Smed Museu teve “casa cheia” para assistir à edição 2014 do Smed Fest, que se realizou nos dias 12 e 13 de setembro.

O rock imperou no palco do Smed Fest. As bandas Lux Yuri, BANG BANG Romance, Nameless Theory, Grandfather’s House, Wild Apes e Lyzzärd abrilhantaram a 4.ª edição deste festival, que é organizado pelo Smed – Quebra Sentidos Associação Cultural, com o objetivo de “continuar a apoiar os artistas em Portugal”.

Situado na loja seis do lote 54 da Rua Zona Industrial do Soeiro III, o Smed Museu recebeu, pela primeira vez, esta iniciativa por “diversas razões”. “Nem sempre se pode fazer aquilo que se quer porque os fundos nem sempre existem. Apostamos muito bem nas bandas e nos artistas, mas decidimos fazer no nosso espaço precisamente para baixar todos os custos de logística que estão sempre associados e que tem um peso, às vezes, de 60 a 70 por cento do orçamento. Preferimos investir nos artistas e baixar nesses custos que para o público pouco interessa”, explicou Sérgio Sousa, elemento da associação.

Sérgio Sousa contou que esta edição “correu muito bem”, em que no primeiro dia tiveram “mais de cem pessoas”. “Os concertos correram muito bem e as bandas estiveram impecavelmente bem”, acrescentou.

A associação já está a preparar “há alguns meses” a edição de 2015, contando que dentro de “dois meses já haverá novidades de como será” a próxima edição. “Para o ano vamos ver se continuamos cá ou se vamos para um espaço aberto, há várias ideias ainda a explorar”, afirmou.

Com “mais de um ano”, o Smed Museu é para Sérgio Sousa um espaço pelo qual tem “muito carinho” e pelo qual “lutaram muito por o ter e lutam muito para o conseguir manter”. Trata-se de “um café cultural/café concerto com eventos praticamente todos os fins de semana”, em que “todo o lucro é canalizado para as atividades, para os concertos, para os workshops e para as formações que vão acontecendo”. “Neste momento estamos com aulas de dança, de defesa pessoal, de yoga e de reiki. Temos uma série de atividades que estão a começar agora. Tudo tem os seus custos. O objetivo da associação é ‘oferecer’ esses benefícios à comunidade”, concluiu.

Para mais informações sobre as formações ou até sobre a própria associação, pode consultar a página do Facebook (facebook.com/SmedFest11) e do email (smed.fest2011@gmail.com).