muro-junta-8

Muro: Joaquim Leão candidata-se pela CDU “em prol do progresso” 

Notícias da Trofa – O que o leva a candidatar-se à Assembleia de Freguesia?

Joaquim Leão – O Muro precisa de alguém que não seja subserviente em relação às opções da Câmara Municipal da Trofa. Como tal a CDU sente que esta é uma candidatura em prol do progresso do Muro e rompe em relação à política que vem sendo seguida pela actual Junta de Freguesia. Sentimos que está na altura de mudar e é por esta mudança que aceitamos candidatar-nos à Assembleia de Freguesia do Muro.

NT – Quais são os projectos que vai apresentar para o mandato?

JL – O Muro era uma das freguesias com maior potencial de crescimento do concelho da Trofa, fruto da sua ligação ferroviária ao Porto e à sede do concelho. Com o desactivar desta linha e a demora da ligação por Metro, foi-se perdendo algumas destas características que urge retomar. Porque queremos uma freguesia segura, solidária e jovem, iremos propor uma requalificação urbana que proporcione um maior bem estar de todos (não podemos esquecer que somos atravessados por uma movimentadíssima EN 14), a construção de infra estruturas de apoio à juventude (pavilhão gimnodesportivo e recuperação de espaços verdes e de lazer), uma creche pública e espaços para o lazer dos nossos “seniores”, lutar para que a água e o saneamento sejam bens públicos e não o “luxo” que hoje são.

NT – Qual é o projecto/área prioritário (a) caso seja eleito?

JL – A área prioritária de intervenção é, certamente, aquela que diz respeito aos nossos jovens, pois são eles o futuro desta freguesia. Será a pensar neles, sem esquecer todas as outras franjas de população que iremos pautar a nossa intervenção, não descurando as obras necessárias ao desenvolvimento equilibrado do Muro.

NT – Porque é que os eleitores devem votar em si?

JL – Porque a CDU é a única força política que nunca defraudou os seus eleitores e o seu passado ao serviço público fala por si, não se intimidando com pressões ou interesses instalados, procurando sempre ouvir os principais interessados que são os murenses. Porque o verdadeiro interesse da candidatura da CDU são a população e o desenvolvimento sustentado e equilibrado da freguesia, não tendo, nem permitindo que nenhum interesse particular se sobreponha ao bem comum. Porque é possível termos um Muro melhor e onde todos se sintam bem.

NT – Considera mais fácil governar sendo a Câmara e a junta do mesmo partido? Porquê?

JL – Esta pergunta demonstra o estado a que o sentimento das populações em relação aos eleitos chegou… Não podemos de maneira nenhuma aceitar que sendo uma Câmara e uma Junta de partidos diferentes haja qualquer tipo de obstáculo ao seu trabalho, nem que sendo do mesmo partido haja favorecimento, pois isso seria subverter o mandato conferido pelo Povo.