Milton do Ó vive dias felizes na Trofa. O defesa central foi o autor do golo da vitória no terreno do Feirense (0-1), que deixou o Trofense a 90 minutos de poder fazer a festa da subida à Liga, caso vença, no domingo, o Gondomar.

milton-net.jpg"Foi uma sensação tão boa, tão boa, que nem consigo descrever o lance em condições. O que sei é que foi um dos momentos mais inesquecíveis da minha carreira e só não digo que foi mesmo o mais importante, porque ainda espero ter uns anos pela frente na minha carreira", referiu Milton do Ó, ao JN.

O defesa brasileiro reconhece que, quando marcou o golo, aos 86 minutos, não teve a "percepção exacta" do que o mesmo poderia significar na luta pela subida, que se pode tornar numa realidade já no fim-de-semana "Temos a possibilidade de concretizar o nosso sonho, mas não nos devemos esquecer que do outro lado também vão estar profissionais com ambição. Temos esperança, temos confiança, mas temos de ter calma e encarar o jogo da forma mais séria possível".

Milton do Ó chegou esta temporada à Trofa, vindo do Marítimo, e faz uma análise curiosa ao entusiasmo que reina entre os adeptos do Trofense "É uma equipa que nunca jogou na Liga e, perante essa possibilidade, é como se fosse um primeiro amor para os adeptos. Descobrem sentimentos novos pelo clube e, como muitos deles também apoiam o F. C. Porto, o Benfica ou o Sporting, estão muito entusiasmados por ter esses emblemas como futuros adversários". O brasileiro, de 29 anos, tem sido alvo de muitas demonstrações de carinho: "Temos sido tratados como heróis, passe o exagero. É muito bom ver adultos a chorar de alegria com os nossos triunfos". MP

Fonte: JN