carnaval2009

As crianças e os foliões invadiram as ruas da Trofa no Mega Corso de Carnaval esta terça-feira à tarde. Às ruas saíram milhares de pessoas que vieram assistir ao maior desfile de Carnaval da Trofa, que este ano contou com cerca de três dezenas de grupos a concurso, entre escolas e jardins-de-infância do concelho, foliões e uma escola de dança. As ruas encheram-se de cor, música, confetis, serpentinas.

Para ver mais fotos clique aqui

Muitos também foram os temas que serviram de mote à sátira carnavalesca. Não faltaram padres falsos, o Primeiro-Ministro e a crise, os casamentos homossexuais, Barack Obama e até as Invasões Francesas foram recordadas pelas crianças trofenses.

A competição foi renhida mas os prémios foram atribuídos no final do desfile aos três melhores classificados na categoria de melhor folião e o primeiro prémio na categoria de melhor escola de dança.

O grupo vencedor veio de Alvarelhos e satirizou a vinda de um falso padre para o concelho, o segundo prémio foi entregue ao grupo do Barack Obama e em terceiro lugar ficaram as vacas da quinta biológica.

O grupo vencedor que satirizou a vinda de um falso padre para o concelho, veio da freguesia de Alvarelhos e estava satisfeito com o resultado do concurso.

“Este primeiro prémio é o resultado do esforço que tivemos. Aproveitamos a vinda de um padre que afinal era falso”, afirmou o responsável pelo grupo, que também se fantasiou de sacerdote.

Com dois carros alegóricos e mais de uma dezena de foliões, este grupo confessou ter preparado a coreografia com muita animação. “A preparação foi boa, fizemos tudo com muita alegria, inventamos coisas na hora, e na hora antes de vir disse que ficava bem um confessionário com um padre a confessar na Igreja. Fomos à Igreja pedir ao Padre e fizemos tudo. Estamos muito contentes porque isto é bom para nós e bom para o concelho”, afirmou.

A única escola de dança a concurso dançou e animou a Rua D. Pedro V com o seu samba. As mais de 30 crianças que dançaram durante todo o corso ainda tiveram força para festejar o prémio de melhor escola de dança.

Carla Maia, responsável pelo grupo de dança StarKids revelou-se muito satisfeita com a vitória garantida. “É a primeira vitória de muitas esperamos nós. Penso que estávamos muito bonitos e que merecemos ganhar”, afirmou em tom de brincadeira. A preparação para o desfile vinha, segundo a responsável, a ser concretizada há quatro meses. “Esta escola é uma escola de dança aeróbica e agora participámos no Carnaval a sambar, mas não é a nossa dança inicial”, acrescentou. No futuro, os projectos da escola passam por “continuar a trabalhar e participar sempre que forem convidados nestes eventos”, rematou Carla Maia.

Bernardino Vasconcelos, presidente da autarquia, satisfeito com a qualidade dos mascarados classificou este Carnaval como “de primeira”.

“No Carnaval é para haver alegria e para nos divertirmos um pouco, mas este ano acho que houve mais profissionalismo na apresentação das várias alegorias. As escolas foram excepcionais e interpretaram muito bem o tema que foi lançado, que era a comemoração do bicentenário das invasões francesas. E ainda vimos os foliões com alegorias também interessantíssimas. A que ganhou referente ao Padre Luís foi um primor, foi cáustica e quase que oportuna também. A escola de samba também esteve interessante com os miúdos”, afirmou.

No entanto, o edil lamentou que não tivessem participado mais escolas de samba para animar e apimentar mais o concurso. “Era interessante que aparecessem mais escolas de samba que pudessem estar envolvidas neste corso carnavalesco, porque havendo mais do que uma escola de samba vai haver picardia e alguma competição o que torna o Carnaval da Trofa um Carnaval de referência”, referiu.

Com o rigor deste ano Bernardino Vasconcelos espera para 2010 um Carnaval ainda mais alegre: “esperamos que para o ano que vem o nosso Carnaval seja ainda melhor, mais alegre, mais bonito, mais folião”.

{flvremote}http://trofa.otos.tv/videos/carnaval_09.flv{/flvremote}