quant
Fique ligado

jonati

Edição 591

PS tenta novamente discutir desagregação e mais uma vez coligação rejeita

Publicado

em

O grupo eleito pelo Partido Socialista na Assembleia de Freguesia de Bougado não desiste da discussão sobre a desagregação de freguesias. Pela terceira vez foi apresentada uma proposta para debater uma moção que defende a desagregação de Santiago e S. Martinho e mais uma vez os membros eleitos pela coligação Unidos Pela Trofa (PSD/CDS-PP) recusaram-se a debater o assunto.

Conteúdo exclusivo na edição papel. Faça a sua assinatura clicando aqui

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 591

Há 40 anos a proteger vidas

Publicado

em

“Os Bombeiros Voluntários da Trofa (BVT) são, no mais genuíno sentido da palavra, verdadeiros heróis trofenses, não só agora, perante o cenário que se apoderou do nosso concelho e que cobriu os céus da Trofa de nuvens negras, mas durante todo o ano a acudir emergências, a ir a socorro de quem precisa e sempre em alerta e preparados para o que der e vier”. Foi com um excerto de um artigo de João Mendes sobre “Os Nossos Heróis” que Manuel Dias, presidente da Associação Humanitária dos BVT, sintetizou o “muito trabalho” que os soldados da paz tiveram neste ano, em que a Associação comemora o seu 40.º aniversário. E, tal como o autor prossegue na sua crónica, “acontece que os bombeiros precisam da nossa ajuda, tal como, a qualquer momento, poderemos precisar da ajuda deles”. E daí a importância de nos tornarmos sócios da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa (AHBVT).
A intervenção de Manuel Dias surge na sessão solene do 40.º aniversário, que ficou marcada pelas condecorações com medalhas de assiduidade e bons serviços, pela homenagem a todos os que passaram pelo quadro de comando desta associação, com o descerrar dos retratos dos sócios beneméritos Júlio Paiva e Dina Ferreira e pela atribuição da medalha de coragem e abnegação à bombeira Susana Cruz, por ter “arriscado a sua própria vida ao lançar-se ao mar e ter salvo uma mulher de nacionalidade espanhola que se afogou”. Mas antes, houve uma homenagem aos bombeiros e membros dos órgãos sociais falecidos, na Rotunda do Bombeiro, bem como a bênção das duas novas ambulâncias de transporte de doentes e um veículo ligeiro de combate a incêndios.
No seu discurso, Manuel Dias afirmou que “40 anos se passaram num abrir e fechar de olhos, no entanto neste espaço de tempo muita coisa aconteceu”. O presidente adiantou estar “muito feliz e agradecido à população trofense, que tem colaborado sempre com os bombeiros”.
Este ano, as comemorações estenderam-se por dois dias. No sábado decorreu a missa na Igreja Nova e uma noite de fados no salão polivalente da associação. Já no domingo, além das habituais cerimónias, realizou-se um espetáculo de variedades.

12 inscritos na campanha de recrutamento para bombeiros

“Com o que temos e nos vão pondo ao dispor, dependerá o nosso socorro mais ou menos técnico, mais eficaz ou menos eficaz”. Foi desta forma que João Pedro Goulart, comandante dos Bombeiros Voluntários da Trofa, fez ver que o socorro que é prestado depende do “investimento” que é feito pelo “Governo, poder central, o poder local e povo”.

Neste momento, os BVT estão com uma campanha de recrutamento de jovens, que pretendam “prestar o serviço à causa do voluntariado, exercendo essa missão nos corpos de bombeiros”. No final do mês de outubro, João Pedro Goulart espera “iniciar o curso de instrução inicial para bombeiro”, que neste momento conta com “12 inscrições”.
O comandante não desmente a possibilidade de existirem bombeiros de outras corporações que estejam “a pedir transferência”, confirmando que, “contando que cumpram aquilo que são as suas obrigações e os seus deveres”, vão aceitar “todos aqueles que queiram pedir a transferência”. No ativo, os Bombeiros da Trofa têm “71” elementos.

Secretário de Estado anuncia 55 milhões

Presente no aniversário, o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, mencionou que o “ato heroico” da bombeira Susana “deve ser reconhecido por todos nós”, revendo nela “todos os bombeiros que todos os dias fazem exatamente isso”. E é por essa razão que Jorge Gomes pretende contribuir para “dar melhores condições às mulheres e aos homens”, tendo estado a trabalhar para arranjar dinheiro para “investir na Proteção Civil. O secretário de Estado recordou o “concurso para requalificações de instalações de quartéis com sete milhões de euros”, em que foram aprovados “três” e chumbados “47”. Com os “3,2 milhões de euros” que sobrou do concurso, Jorge Gomes foi a Bruxelas “explicar que este valor não era nada para a Proteção Civil”, vindo de lá com “15 milhões de euros”. Atualmente, conta com “55 milhões de euros para investir na Proteção Civil”, tendo “esperança” que nestes “caiba uma candidatura que está por lá meia perdida e que parece que é da Trofa”.

O presidente da Associação Humanitária, Manuel Dias, adiantou que com a candidatura, que está avaliada em “265 mil euros”, pretende fazer “uma nova oficina”, porque a atual “está desatualizada”, a “cobertura do telhado, ampliar os balneários femininos e masculinos, que já estão a ser curtos, tentar por tijoleira na cave e um elevador de acesso ao salão nobre”. Manuel Dias avançou ainda ter a promessa de que se o Governo comparticipar na obra em “95 por cento” a Câmara Municipal “ajuda com o resto”.

Continuar a ler...

Edição 591

Crianças divertem-se a jogar futebol no feriado (c/video)

Publicado

em

A ideia era que cada atleta do Trofintas convidasse dois colegas na escola para participar no Torneio 3×3 que o Clube Desportivo Trofense preparou para a manhã do feriado de 5 de outubro. O desafio foi bem acolhido pelos jogadores, que conseguiram juntar cerca de 130 crianças no complexo desportivo de Paradela para jogar futebol. Pedro Santos foi um deles. Na escola convidou “o Leo e o Diogo” por considerar que eram “bons jogadores”. “Foi um grande desafio participar num torneio com estas equipas todas, mas acho que estivemos bem”, afirmou o jovem na entrevista ao NT e à TrofaTv.
Também Nuno Costa, jogador da formação do Trofense, traçou bem o objetivo para o torneio: “Cheguei à escola e fui perguntar quem gostava de jogar e depois disso selecionei o que achava melhor, não só por jogar futebol mas também pela amizade. Uma pessoa a escolher tem sempre de pensar bem, mas como muitos não tinham possibilidade de vir, a escolha ficou fácil. Arranjei dois colegas e eles aceitaram”.
Nuno e os amigos acabaram por “ficar pelo caminho”, mas o jogador bem sabe que “isso faz parte” e o importante foi “que todos se divertissem”. “Acho que é uma boa iniciativa. É óbvio que nem todos podiam ganhar, mas dentro do previsto correu bem. Foi uma manhã bem passada”, acrescentou.
Também Martim Ribeiro ficou responsável por convidar dois amigos. Também foi na escola que “angariou” os colegas de equipa, por estes “gostarem de futebol, serem bons jogadores e terem técnica”. “Divertimo-nos porque fizemos diversos jogos contra equipas diferentes”, assinalou.
Juntar atletas da formação e crianças que não estão ligadas ao clube para jogar futebol foi o objetivo do departamento de formação do Trofense com o Torneio 66, em homenagem ao ex-capitão da equipa sénior, Tiago Pereira.
“Aproveitamos o feriado e promovemos esta iniciativa de fazer com que os jogadores convidassem amigos que pudessem divertir-se e conhecer as condições do clube”, explicou Pedro Carvalho, elemento da direção do Trofense.
As expectativas foram superadas, pelo que a repetição do Torneio no próximo ano é uma séria possibilidade. Segundo Pedro Carvalho, em competição estiveram “38 equipas” divididas por quatro escalões: sub-9, sub-10, sub-11 e sub-12. Mochilas, bolas autografadas por Tiago, carregadores portáteis e telemóveis foram os prémios atribuídos às melhores equipas.
Afastado dos relvados, mas a manter uma “ligação” com o clube, Tiago Pereira mostrou-se “orgulhoso” pelo convite para apadrinhar o Torneio. “É uma grande satisfação sentir o reconhecimento que os miúdos têm por mim e pelo meu passado no Trofense. Já tive a idade deles e era sempre uma satisfação quando via alguém ligado ao futebol sénior”, afiançou o ex-capitão trofense.

Continuar a ler...

Edição Papel

Edição de 09 de fevereiro de 2023

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Pode ler também...

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);