Iniciado em Outubro de 2007, o projecto “Despertar para a Ciência” continua a promover o ensino experimental nas escolas do concelho da Trofa, com o objectivo de sensibilizar os alunos trofenses para a área das ciências.

O projecto, da Câmara Municipal da Trofa, em parceria com o IPATIMUP – Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto, visa implantar na Trofa um modelo integrado de ensino experimental das ciências, destinado ao ensino pré-escolar, básico e complementar, proporcionando aos alunos a aquisição de competências e o estímulo da competitividade, da criatividade e inovação.

Integrar e disseminar pelas empresas do concelho um capital humano qualificado, competitivo e inovador, bem como incentivar a criação de novas empresas de base tecnológica, são alguns dos objectivos do projecto. Neste sentido, o desempenho dos jovens universitários é avaliado, de forma a potenciar o seu enquadramento no meio empresarial do concelho da Trofa.

Desenvolver no concelho um conjunto de actividades abertas a todos os munícipes, que proporcionem uma significativa valorização e desenvolvimento da literacia científica e tecnológica é outra das pretensões do projecto “Despertar para a Ciência”.

Estimular o desejo de aprendizagem nos alunos, “educando” o seu talento inato para explorar apresenta-se como o desafio pedagógico actual, pelo que é objectivo da autarquia da Trofa “implantar uma alternativa de aprendizagem, diferente do simples memorizar dos conhecimentos presentes nos manuais, em que os alunos aprendem a esboçar soluções para os problemas”.