Escola Básica de Querelêdo tem uma biblioteca nova. A Câmara Municipal criou este equipamento em quase todas as freguesias, ficando a faltar a do Muro, que deverá inaugurar também uma no próximo ano letivo.

Foi a cantar uma adaptação dos “Filhos da Nação”, da banda Quinta do Bill, que os alunos da Escola Básica de Querelêdo, em Covelas, abrilhantaram a inauguração da nova biblioteca escolar, que lhes vai guardar os amigos livros. Os “filhos de Querelêdo”, como refere a música que adaptaram, estrearam uma escola completamente requalificada, no início do ano letivo, e desta vez, em pleno Dia da Criança, foram brindados com a 12ª biblioteca escolar criada no concelho da Trofa, através da Câmara Municipal, com o financiamento disponibilizado pelo gabinete de Rede de Bibliotecas Escolares do Ministério da Educação e um investimento de cerca de 20 mil euros.

Entre os livros, podem encontrar-se jogos didáticos e alguns computadores com acesso à internet. António Pires, coordenador das Bibliotecas Escolares da Trofa, afirmou que o objetivo é “dotar todas as escolas do primeiro ciclo” com este equipamento. Covelas fica, assim, na lista das freguesias do concelho contempladas com este equipamento. Falta a do Muro, que deverá ter uma biblioteca inaugurada “em setembro ou outubro”, referiu.

Joana Lima, presidente da autarquia trofense, considera que a biblioteca “é importante para a educação das crianças”. Este setor, acrescentou, “continua a ser a prioridade” deste executivo camarário, “apesar das dificuldades económico-financeiras que o município e o País atravessam”. “Este equipamento está a chegar a todas as escolas do concelho. Quero dar os parabéns a todas as pessoas que tiveram intervenção neste espaço desde a decoração à escolha dos livros”, sublinhou.

Também José Magalhães, diretor do Agrupamento de Escolas do Coronado e Covelas, onde a EB 1 de Querelêdo se insere, louvou a criação da biblioteca, que se assume como “um suporte para o conhecimento dos alunos e, ao mesmo tempo, um recurso que se disponibiliza para os adultos que quiserem vir aqui consultar documentação e até livros mais antigos quando frequentavam este estabelecimento”.

Depois de inaugurada a biblioteca, os meninos protagonizaram um momento de leitura, onde exaltaram o valor dos livros.

{fcomment}