Nos dias que antecedem o início das aulas, a criança deve ser motivada e tranquilizada. Atente aos conselhos de uma psicóloga para fazer o melhor acompanhamento ao seu filho. O mês de setembro tem quase tanta simbologia como janeiro. É neste mês, depois das férias, que normalmente começam novos projetos e percursos escolares. 

Para as crianças que iniciam o ensino básico pode ser uma data importante, que lhe trará muitas mudanças na rotina diária. Para que possa fazer o melhor acompanhamento do seu filho nesta fase importante da vida, o NT relata alguns conselhos da psicóloga Catarina Leal, que podem ser vistos no portal do Sapo, na internet. 

Antes do início das aulas, os pais devem garantir a tranquilidade à criança, enunciando-lhe as mais-valias de frequentar a escola, onde, para além de aprender, terá um recreio para brincar e conhecer muitos amigos. Do ponto de vista financeiro, saiba que, antes de comprar o material escolar, o ideal é esperar pelo dia da apresentação da criança na escola, no qual o professor dará uma lista do que é, realmente, necessário. 

Daí, em caso de não ser o ano de estreia na escola, faça a triagem dos materiais que estão em boas condições do ano letivo anterior e assim poderá poupar alguns euros. De seguida, passe à compra do restante material que, por seu lado, fará com que a criança se entusiasme. Como se sabe, é importante escolher uma boa mochila, que não ponha em causa a integridade física do seu filho. Ela deve ser ergonómica e não deverá levar mais do que o essencial para o dia.

A preparação do material e vestuário para o dia seguinte deve ser uma tarefa realizada pelos pais em conjunto com a criança. No primeiro dia de aulas, como efeito de motivação extra, deixe-a escolher a roupa. Durante a semana, deve escolher vestuário confortável e prático para que o seu filho possa brincar à vontade. Ao longo do ano letivo esteja atento a todas as alterações comportamentais que podem surgir, pois assim poderá resolver o problema com tempo e, se necessário, conversar com os educadores a fim de consertarem as medidas para o bem-estar da criança.

{fcomment}