A Brasmar, empresa sediada em Guidões, viu os três produtos enviados para prova receberem o selo de Sabor do Ano 2021. O polvo limpo recebe a distinção pelo quinto ano consecutivo, enquanto os lombos de bacalhau e postas de bacalhau demolhado ultracongelado revalidaram o estatuto de sabor do ano, pela segunda vez.

“Os consumidores voltaram a avaliar, numa prova cega, o sabor, aspeto, odor, textura e satisfação global do produto e mesmo tendo conseguido ao longo dos anos resultados muito positivos, voltamos a subir os resultados relativamente ao ano passado”, salientou Fátima Macedo, Brand Manager da Brasmar, empresa integrante do grupo Vigent.

A “aposta estratégica” na “especialização na área da elaboração e comercialização de cefalópodes” traduziu-se no investimento de “equipamento específico” para processar “cerca de 500 toneladas de polvo por mês”, explicou a empresa, em comunicado.

Quanto ao bacalhau, tem sido um produto com “importância crescente” na faturação da Brasmar, sendo que o bacalhau demolhado ultracongelado corresponde a um total de 55 por cento do volume de vendas, sendo o bacalhau salgado seco responsável pelos restantes 45 por cento. “O processamento de bacalhau ocorre em 5 das seis unidades industriais da empresa, sendo três dedicadas exclusivamente ao tratamento de bacalhau salgado seco, mais concretamente na Gafanha da Nazaré, Famalicão e Alesund, na Noruega”, detalhou.

Para o futuro, a empresa trata de se “afirmar” pela “qualidade contínua dos produtos”, assim como “pelas várias certificações de qualidade e pela aposta na mais alta tecnologia do setor”. “O contínuo reconhecimento e preferência do consumidor são motivo de orgulho para nós, mas são também um reforço da nossa responsabilidade em continuar a entregar diariamente o melhor produto”, afirma, por sua vez, Fernando Roldão, administrador da Brasmar e responsável pelas áreas de bacalhau e polvo.