A Associação para a Protecção do Vale do Coronado organizou uma ação de limpeza e manutenção da Poça Velha, em S. Mamede do Coronado. Próxima atividade é uma caminhada.

“A tarefa não foi fácil, mas a suadela e o ‘banho’ de lama foram por uma boa causa”. A Associação para a Protecção do Vale do Coronado (APVC) organizou na manhã de sábado, 13 de setembro, uma ação de limpeza e manutenção da Poça Velha, em S. Mamede do Coronado.

Segundo a associação, a Poça Velha ficou “quase nova” graças ao “empenho de alguns voluntários da APVC e do CRE-Porto”, fazendo com que esta estrutura “aos poucos” recupere “a sua função: retenção de água para rega, gestão de cheias, ecossistema, paisagem e memória do passado”. A APVC referiu que a Poça Velha é “um dos mais antigos sistemas de contenção e distribuição de água tradicionais do Coronado”.

A ação de limpeza surgiu no âmbito da iniciativa “Embaixada da Água” do Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Área Metropolitana do Porto (CRE-Porto), promovido pela Escola Superior de Biotecnologia da Católica Porto, Área Metropolitana do Porto, Pavilhão da Água e “mais de trinta parceiros da região”.

Para “celebrar o Património da Água e o voluntariado ambiental”, a APVC vai organizar a segunda edição da caminhada Rota da Água, que vai decorrer entre as 9.30 e as 12.30 horas do dia 28 de setembro. Com um percurso de “dez quilómetros”, a associação promete “’viagem’ pelos vários pontos de interesse do património da água, no Coronado, com animação cultural e curtas intervenções sobre património, biodiversidade e mundo rural”. O ponto de partida e de chegada é na Igreja Matriz de S. Romão do Coronado.

Apesar de “grátis”, a inscrição é “obrigatória” através do email (valedocoronado@gmail.com) ou do número de telemóvel (917 040 207), onde deve indicar o seu nome, localidade, email e número de telemóvel. “Para quem vier de comboio (Linha do Minho, Porto-Braga), a organização assegura ‘boleia’ da estação de comboios de S. Romão até ao ponto de encontro. Quem assim o desejar, deverá mencioná-lo aquando da prévia inscrição”, contou.

A associação aconselha o uso de “calçado apropriado (botas), roupa leve, lanche e, caso chova, impermeável, máquina fotográfica/vídeo e, eventualmente, binóculos, vara de caminhante e ainda boa disposição”.