camaratrofaOs cerca de 26,7 milhões de euros atribuídos pelo PIDDAC/2009 para a Trofa são para Bernardino Vasconcelos, presidente da autarquia trofense, o sucesso do “magistério de influência política” junto do governo.

 

Foi em conferência de imprensa, realizada esta tarde, que Bernardino Vasconcelos, presidente da Câmara Municipal da Trofa, manisfestou o seu contentamento com o valor atribuído ao concelho com as verbas do PIDDAC/2009 – Plano de Investimento e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central.

“Este resultado, com implicações decisivas na qualidade de vida dos trofenses, é devido ao magistério de influência política que a Câmara da Trofa tem exercido junto do governo de Portugal, com evidente retorno”, afirmou Bernardino Vasconcelos.

O PIDDAC para 2009 atribuiu ao concelho mais de 26,7 milhões de euros, sendo o terceiro concelho do distrito do Porto com maior verba atribuída, apenas ultrapassado pelos municípios do Porto e Matosinhos.

As verbas do PIDDAC/2009 para a Trofa incluem a construção do Centro de Saúde de Santiago de Bougado, no valor de 100 mil euros, e a Variante da Linha do Minho, que vai retirar os comboios do centro da cidade. Esta obra da Variante à Linha do Minho, orçada em cerca de 26,6 milhões de euros, segundo Vasconcelos vai “revolucionar o centro da cidade”.

Bernardino Vasconcelos considerou ainda, que as verbas destinadas ao concelho no próximo ano (2009) reconhecem “as especificidades e necessidades de um concelho jovem”, no entanto, “ficam aquém das necessidades”.