Já é conhecida como a maior feira agropecuária do Norte de Portugal, que atrai, todos os anos, milhares de pessoas à Feira/ Mercado da Trofa. Organizada pela Junta de Freguesia de Bougado, a 72.ª edição da Feira Anual da Trofa arranca a 2 de março e termina no dia 4.

O S. Pedro parece que não se quer juntar à festa, mas para o presidente da Junta de Freguesia de Bougado, Luís Paulo, “as perspetivas são sempre boas”. “Fazemos o que podemos, mas há fatores que não controlamos. Quanto ao S. Pedro ainda vamos fazer as últimas preces e esperar que ele seja generoso”, afirmou.
Mas, faça chuva ou faça sol, é esperada “muita gente” no certame. Para o autarca esta “é das festas que nem precisa de grande divulgação” pela tradição que tem, que “obriga a organização a fazer tudo para que continue a ser a maior festa da Trofa”.
A 72.ª edição “é a continuação do que fizemos nos últimos anos”, asseverou.
Este ano a organização quis “baixar um bocadinho” o orçamento, que rondará os “180 mil euros”, para um certame que terá “muitos pontos altos”.
A Feira Anual arranca a 2 de março, pelas 10 horas, com a visita das crianças do concelho. Está ainda programado para este dia o 10.º Concurso de Preparadores e Manejadores da Raça Holstein Frísia (10.30 horas), o 1.º Concurso de Galinhas de Raças Autóctones (14 horas) e a prova de ensino do Campeonato Nacional/Regional do Norte de Equitação de Trabalho (15 horas), terminando com a garraiada (22.30 horas).
O concurso de galinhas é uma das novidades desta edição do certame. Da responsabilidade da Amiba, este momento veio “complementar e melhorar o programa” da Feira Anual da Trofa, disse Luís Paulo.
Quanto à animação, cabe a Quim Barreiros fazer as honras da casa, com um concerto agendado para as 22.30 horas. Para o presidente da Junta de Bougado, na animação, este será “a grande atração”. Seguem-se DJ Los Bravos (00 horas) e DJ Alex Casal (2 horas), na tenda de espetáculos.
No sábado, dia 3, o dia arranca com o Campeonato Nacional/Regional do Norte de Equitação de Trabalho (9 horas), os concursos pecuários da Raça Minhota (9.30 horas) e da Raça Arouquesa (11 horas) e, à tarde, está previsto o Concurso de Modelo e Andamentos (14 horas), o 16.º Concurso Raça Holstein Frísia de Animais Jovens (14.30 horas) e a Hora dos Campeões (21.30 horas). As concertinas e os cantares ao desafio far-se-ão ouvir a partir das 15 horas, e depois, pelas 22 horas, vai decorrer o espetáculo equestre Emoções Ibéricas, seguindo-se o concerto da banda trofense Cão Voador (22.15 horas) e a atuação dos DJ Iven R e Alex Casal. A presença dos Cão Voador, explicou o presidente da Junta, tem duplo objetivo: “Dar visibilidade aos grupos da Trofa e fazer alguma contenção nos gastos, porque há outras prioridades”.
No último dia, domingo, está agendada a 1.ª jornada do Campeonato Regional Norte em Derby de Atrelagem (9 horas), o Concurso Pecuário de Raça Barrosã (10 horas), o 16.º Concurso da Raça Holstein Frísia em Animais Adultos (12 horas) e a prova de velocidade do Campeonato Nacional/Regional do Norte de Equitação de Trabalho (14 horas), terminando com as Cavalhadas, pelas 17 horas. Quanto à vertente lúdica, a partir das 11 horas vai decorrer a concentração de concertinas e cantares ao desafio e, mais tarde, pelas 15 horas, o festival folclórico promovido pelo Rancho Folclórico da Trofa vai animar o certame. Além do grupo organizador, vão atuar o Grupo Folclórico e Etnográfico da Ribeira da Mata (Soure), o Grupo Folclórico e Etnográfico de Santa Marinha de Crestuma (GAIA) e o Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado.
A par de todos estes eventos, quem visitar a Feira Anual vai ainda poder apreciar a exposição de animais, atividades ligadas à agropecuária e as últimas novidades em equipamentos e acessórios de máquinas agrícolas. O evento dispõe ainda de uma grande variedade gastronómica e de animação.
E ainda que a chuva queira marcar presença no certame, Luís Paulo deixa um convite: “Convido todos a estarem presentes nesta Feira Anual, mesmo com alguma chuva apareçam que não se vão arrepender”.