O compositor português e instrumentista de guitarra portuguesa Pedro Caldeira Cabral vai atuar na Capela Nossa Senhora das Dores a 10 de setembro, às 21h00.

O concerto insere-se na iniciativa Sons no Património, da chancela da Área Metropolitana do Porto, que se realiza em 17 municípios. A entrada é livre.

Pedro Caldeira Cabral é autor de um grande número de peças para Guitarra Portuguesa, como “Baile das Meninas”, “Baile dos Carêtos”, “Balada do Castanheiro”, “Balada da Oliveira”, “Canção”, “Canto da Mulher de Pedra”, “Cantos da Lua”, “Contraponto I”, “Dança das Sombras”, “Diálogo Crioulo”, “Encontros”, “Estudo em Acordes”, “Estudo de Dedilho”, “Gestos”, “(In) Diferença”, “Improviso à Partida”, “Jogo de Sons”, “Labirinto I”, “Miscelânea”, “Momentos/Fragmentos, “Novo Fandango”, “O Som Dúvida Azul?”, “Pêndulo”, “Por Música Nos Entendemos…”, “Prelúdio”, “Retorno”, “Sons de Andaluzia”, “Sons de Belmonte”, “Toada de Lisboa”, “Valsa em Mi Menor”, “Variações em Dó Menor”, “Variações sobre o Fado Alberto”, “Variações sobre o Fado Varella”, “Variações sobre um Romance (D Mariana)” e “Versos a um Sorriso Mágico”.

O Sons no Património está inserido no projeto MATER17, da AMP e financiado pelo Norte2020, que dará à área metropolitana “17 dias de atividades em torno do património cultural local, material e imaterial”, com “performances artísticas, visitas a espaços associados às tradições e aos saberes-fazer locais orientados por membros da comunidade, circuitos de jogos tradicionais portugueses pensados para famílias alargadas, projeção de documentários sobre o património cultural imaterial de cada concelho e os seus protagonistas, entre muitas outras atividades, que consigam propor novas formas de olhar e valorizar o património cultural do território”, explicou a entidade promotora.