pcpaborto.jpg

 

 

 

 

 

O PCP da Trofa distribuiu esta quarta-feira informação sobre o referendo sobre a Despenalização Voluntaria da Gravidez até às 10 semanas, junto à empresa Preh

“Votar sim…para mudar a Lei”, serve de mote à campanha de sensibilização que está a ser levada a cabo pelo PCP, que defende o voto no sim à pergunta do Referendo convocado para o próximo dia 11 de Fevereiro.

Paulo Queiros responsável do PCP da Trofa defendeu esta tarde, enquanto distribuía informação aos trabalhadores da empresa Preh, que é urgente “criar condições de segurança às mulheres que necessitem interromper a gravidez”. O aborto existe e vai continuar a existir por isso defendemos que se descriminalize esta pratica até às 10 semanas por vontade da mulher e em estabelecimentos devidamente autorizados para o efeito”.

O responsável assegurou que “defendemos a liberalização do aborto até às dez semanas porque entendemos que deve ser o casal a determinar e a sentir o que é importante para a vida, porque trazer ao mundo uma criança que não seja desejada,não tenha condições minimas de vida é muito mais gravoso. Criar uma criança não é só gerá-la, dar à luz, é também todo o carinho que ela necessita para crescer”, frisou.

No proximo dia 2 de Fevereiro a partir das 10 horas da manhã, a Eurodeputada Ilda Figueiredo vai estar na Trofa para participar na campanha de sensibilização do PCP pelo Sim à pergunta do Referendo.