paulino-macedo 

Recuperar a confiança é o lema que vai acompanhar Paulino Macedo na gestão dos estabelecimentos de ensino públicos da cidade da Trofa durante o próximo mandato.

Perante uma plateia que encheu o polivalente da Escola EB 2/3Professor Napoleão Sousa Marques no passado dia 17 de Junho, o professor tomou posse como Director do Agrupamento Vertical de Escolas da Trofa (AVET), depois de já ter estado à frente do mesmo Agrupamento.

Satisfeito com a nova responsabilidade que lhe foi atribuída, Paulino Macedo diz ter sentido confiança desde a primeira hora. “Tenho uma caminhada como presidente do Conselho Executivo de dez anos, conheço a escola, conheço as suas fraquezas e os seus pontos fortes, apresentei um projecto ao conselho geral transitório e tive sempre a confiança de que eu seria o eleito por este órgão”, afirmou Paulino Macedo, em declarações ao NT/TrofaTv.

Mudança e inovação são as palavras-chave do projecto de intervenção proposto, que o director pretende que seja “realista” e “sem ficção” e que assenta em vários pontos prioritários. “Os resultados escolares dos alunos, embora numa média acima das médias nacionais, têm que ser da nossa preocupação enquanto houver alunos que têm negativas e que não têm sucesso”, exemplificou o director.

Formar “uma equipa que faça, periodicamente, de uma forma sistematizada a auto-avaliação” e constituir uma “articulação vertical” para “um corpo único num desenho curricular para os alunos” são outros dos projectos que fazem parte do compromisso de Paulino Macedo para o próximo mandato. “Quero que o meu projecto educativo não seja um projecto do chefe, não seja um projecto irrealista, nem um projecto de ficção, mas que seja um projecto realista, conhecedor das nossas capacidades e passo-a-passo conseguido”, sublinhou.

Requalificação profunda da EB 2/3 da Trofa

A requalificação da Escola EB 2/3 Napoleão Sousa Marques é outra mudança importante que, segundo Paulino Macedo, vai ser muito profunda e que vai incidir na “construção de um pavilhão novo, com oito salas, anfiteatro, oficinas”, na “requalificação dos pavilhões velhos no que diz respeito a caixilharia, vidros” e a “requalificação do pavilhão gimnodesportivo, a remoção das placas de fibro-cimento nas passerelles e nos telhados”. “É uma requalificação profunda para além de, uma vez por todas, retirarmos da nossa escola os pré-fabricados que eram para sair em 1995, depois em 2000 e espero que em 2010 já não estejam cá”, acrescentou.

Quem não tem dúvidas da capacidade do novo director do Agrupamento de Escolas da Trofa é Paulo Ferreira, vice-presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação, que considera Paulino Macedo um bom líder e com quem a associação sempre teve boas relações. “A perspectiva que temos dele é a de um bom líder, uma pessoa activa, uma pessoa capaz e que sempre deu a atenção devida à associação, consequentemente aos pais e nesse sentido achamos que será um director com grandes capacidades e com uma perspectiva de trabalho muito boa”, referiu ao NT/TrofaTv.

A opinião foi partilhada, entre outros intervenientes, por António Pontes, vice-presidente e vereador da Educação da autarquia, para quem Paulino Macedo “tem toda a legitimidade para convictamente poder exercer o seu mandato, levando a cabo o seu projecto, tendo a sua equipa escolhida por ele para o ajudar ou coadjuvar na gestão do agrupamento e com isso tornar esta comunidade educativa cada vez melhor”, afirmou.

A cerimónia da tomada de posse, realizada na Escola EB 2/3 Napoleão Sousa Marques, contou com a presença de um representante da Direcção Regional de Educação do Norte, do pessoal docente e não docente da escola, assim como representantes das várias instituições do concelho.