Do latim natalis, o Natal é a solenidade cristã que celebra o nascimento de Jesus Cristo e celebra-se no dia 25 de Dezembro, pela Igreja Católica Romana e, no dia 7 de Janeiro, pela Igreja Ortodoxa. Celebrado por milhões de pessoas no mundo, o Natal é sempre conotado com uma época de reunião de família, paz, fraternidade e solidariedade entre os homens.

  O Natal é comemorado desde o século IV. Os investigadores localizam a primeira celebração em Roma, no ano de 336. na parte oriental do Império Romano, comemorava-se em 7 de Janeiro, ocasião do seu baptismo, em virtude da não aceitação do Calendário Gregoriano. Em 354, Papa Libério instituiu oficialmente a celebração do Natal.

Apesar de estudos revelarem que o dia 25 de Dezembro não é a data real do nascimento de Jesus, a Igreja decidiu institucionalizar a data, pois entendeu que devia "cristianizar" as festividades pagãs que os vários povos celebravam por altura do solstício de Inverno. Os romanos também já teriam adoptado a data para festejar o "nascimento do deus sol invencível" e também a Saturnália, festividade em honra a Saturno era assinalada entre 17 e 22 de Dezembro. Era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de Dezembro era tido também como o do nascimento do misterioso deus persa Mitra, o Sol da Virtude.

Assim, ao invés de proibir as festividades pagãs nessa data, a Igreja atribui-lhe um novo significado cristão.

Árvore de Natal

Conta a lenda que Martinho Lutero queria mostrar às crianças como deveria estar o céu na noite do nascimento de Jesus. Para isso apanhou uma árvore e enfeitou-a com pequenas velas coloridas e maçãs vermelhas. Daí deriva a tradição da Árvore de Natal.

 

Pai Natal

É gordo, tem uma vasta barba branca, anda sempre vestido de vermelho e é o ícone do Natal para as crianças. Reza a história que o Pai Natal, também chamado de Santa Claus ou Nicolau, visita todas as casas na noite de Natal descendo pela chaminé para deixar presentes na arvore, peúgas ou sapatos de todas as crianças bem comportadas.

St Nicholas foi um bispo da Ásia Menor do século IV referenciado precocemente quanto às lendas de Natal por defender crianças e presentear os mais pobres. Apesar da veracidade de algumas histórias serem contestáveis, o que é certo é que a lenda correu a Europa dando-lhe um papel de tradicional " dador" de prendas.

 

Estrela de Belém

As histórias que enchem o Natal de misticismo. Uma delas é a da estrela de Belém que guiou os Três Reis Magos do Oriente a Jerusalém, quando o Rei Herodes ainda governava a Judeia. No evangelho segujdo Mateus essa estrela anunciou o nascimento de Jesus e levou os Três Reis Magos até ao local onde este se encontrava. A natureza real da Estrela de Belém ainda continua a ser alvo de discussão entre os biblistas.