Foram cerca de 400 os alunos que se juntaram na Escola EB 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques, no passado dia 27 de Maio, para provar que a educação e o desporto andam de mãos dadas.

 As Olimpíadas Escolares voltaram à Trofa para uma grande tarde desportiva, onde jovens com 14 e 15 anos mostraram o que valem na iniciativa promovida pela autarquia, através do pelouro de Desporto e Juventude. Dança, voleibol, futsal, basquetebol, badminton, atletismo, lançamento de peso e salto em comprimento foram as modalidades englobadas nas Olimpíadas Escolares.

Satisfeito com o balanço da actividade, Sérgio Humberto, assessor para o pelouro de Desporto e Juventude da autarquia, afirmou ao NT/TrofaTv que o objectivo no próximo ano é duplicar o número de participantes. “Estamos muito satisfeitos com o resultado final e obviamente é uma actividade para continuar no futuro, porque é uma aposta do incentivo à prática desportiva com competição sempre com carisma de fairplay e obviamente esperamos num futuro próximo em vez de termos 400 participantes termos 1000 participantes”, avançou.

As segundas Olimpíadas Escolares reuniram alunos nascidos em 1995 e 1996, da Escola Secundária da Trofa, das Escolas EB 2,3 de S. Romão do Coronado, Alvarelhos e Napoleão Sousa Marques e do Colégio da Trofa. “Também tivemos cá e nunca esquecendo a APPACDM que participou mais uma vez com pessoas portadoras de deficiências, obviamente eles nunca são esquecidos por parte da Câmara Municipal”, realçou Sérgio Humberto.

No final das provas, as medalhas e os troféus reconheceram os melhores alunos e escolas com os prémios de primeiro, segundo e terceiro classificado. Ana Coelho e Catarina Magalhães foram duas das desportistas contempladas, que levaram para casa mais do que um prémio.

Vencedora de prémios nas modalidades de salto em comprimento e velocidade, Ana Coelho adora desporto e diz que a sua maior paixão é o futebol e atletismo. Arrecadar prémios nas Olimpíadas Escolares significou para a jovem concretizar “o maior sonho”. “É fantástico e inesquecível”, afirmou ao NT/TrofaTv. Também Catarina Magalhães se pode orgulhar do mesmo feito. Para casa levou prémios de salto em comprimento, lançamento de peso e mega sprint. “Gosto muito do que faço e acho estas actividades interessantes porque promovem o desporto”, referiu. Praticante de natação, Catarina Magalhães diz querer enveredar uma carreira no desporto no futuro. “Ainda não sei exactamente o quê, mas será no desporto”, garantiu.

Pelo segundo ano consecutivo, as Olimpíadas Escolares deram a oportunidade a cerca de 400 jovens para mostrar que na Trofa também existem bons desportistas.