Select Page

Obras de requalificação da sede foi o pedido em dia de aniversário

Obras de requalificação da sede foi o pedido em dia de aniversário

A sede do conjunto foi palco de um momento de convívio, no qual os rojões reinaram à mesa. Antes, o grupo tinha participado na eucaristia do meio-dia, na Igreja Matriz de Santiago de Bougado, tendo também cantado à Nossa Senhora. E porque a época propiciava, houve ainda tempo para cantar as boas festas ao pároco Bruno Ferreira.
Segundo Joaquim Dias, presidente do grupo folclórico, a comemoração serviu para mostrar à comunidade “que o Grupo Danças e Cantares de Santiago de Bougado está de pé” e “sensibilizar algumas entidades para as necessidades existentes”. A mais premente prende-se com “obras de requalificação” da sede, onde a humidade já provocou sérios problemas no edifício.
À exceção das questões infraestruturais, o objetivo da direção da coletividade é “fazer crescer o grupo”, trazendo a juventude ao encontro do folclore. “São os jovens que faltam para garantir a continuidade do grupo”, salientou.
No dia 3 de janeiro, pelas 21.30 horas, o Danças e Cantares promove o 9.º Encontro de Cantares das Janeiras, no auditório da Junta de Freguesia de Bougado, em Santiago. Com o anfitrião, marcam também presença o Rancho Folclórico Santa Eulália de Lamelas (Santo Tirso), a Associação Folclórica “Cantarinhas da Triana” (Gondomar) e o Grupo Folclórico da Corredoura (Guimarães).
“Fica o convite para todas as pessoas que gostam e para os outros, para que fiquem a gostar”, desafiou Joaquim Dias.
No dia 11, em Guimarães, e no dia 17, em Rio Tinto, o Grupo participa em iniciativas do género, cumprindo um dos desígnios de “dar a conhecer noutras regiões os antepassados” bougadenses. No dia 31, será um dos que representará Bougado no Encontro de Reisadas, no Largo Costa Ferreira.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização