A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) tem a decorrer até 29 de outubro a consulta pública do projeto da variante à EN 14 entre a Trofa e Famalicão. Os interessados podem enviar sugestões e comentários.

Está em consulta pública o estudo de impacto ambiental do Projeto de construção da nova travessia do Rio Ave que vai ligar a Trofa a Famalicão, assim como do troço da variante que liga o interface rodoferroviário da Trofa, a Santana em Vila Nova de Famalicão.

A consulta pública está online em https://participa.pt/pt/consulta/ligacao-interface-rodoferroviario-en14-incluindo-nova-ponte-sobre-rio-ave e podem ser feitos comentários e sugestões até 29 de outubro.

De acordo com o projeto, “o traçado tem características compatíveis para uma velocidade de projeto de 60 km/horas e prevê a construção de mais de 2 400 metros de rede viária nova, incluindo a execução de 4 rotundas novas e respetivas ligações à malha existente, duas obras de arte correntes,e contempla ainda a construção de uma Ponte nova sobre o Rio Ave, entre o km 0+883 ao km 1+046”.

A nova ligação entre o Interface Rodo-ferroviário da Trofa e a EN14 inicia-se na rotunda existente na Rua Costa Ferreira (Rotunda 1) e desenvolve-se numa extensão de aproximadamente 2400 metros, terminando antes da futura Rotunda a executar na EN14”, pode ler-se nos documentos disponibilizados.

O traçado inclui a execução de 4 rotundas novas e respetivas ligações à malha existente, duas obras de-arte correntes, uma passagem superior de peões ao km 0+330 e uma passagem inferior ao km 0+600, e ainda a construção de uma Ponte nova sobre o Rio Ave, de uma Ciclovia do lado esquerdo com 2.20 metros de largura e passeios.
A nova ponte sobre o Rio Ave irá permitir a ligação da zona do Hospital da Trofa à estrada municipal EM508 em Lousado/Ribeirão, Vila Nova de Famalicão, atravessando o rio Ave numa zona onde existe um estreitamento do seu leito e cuja orografia é pouco acentuada.

O vale onde se localiza a nova ponte caracteriza-se pelos terrenos agrícolas, existentes em ambas as margens e a facilidade com que os terrenos das margens do rio são alagados nos períodos de maior precipitação.

A plataforma da Plena Via na zona da ponte é composta por duas vias de 3,50m, passadiços 2,20 metros, completando uma largura total 14,40m. Em termos longitudinais a nova Ponte terá um comprimento total da obra de 162metros.

O projeto é da Infraestruturas de Portugal, tutelada pelo Governo de Portugal e na Maia as obras já arrancaram prevendo-se a sua execução em 270 dias ou seja, deverão estar executadas no final de 2019. O concurso público foi lançado em julho de 2017 mas a impugnação, por parte de um dos concorrentes, provocou atrasos no processo.

O nó do Jumbo será reformulado, serão repostos alguns arruamentos e construídas duas passagens superiores. Serão ainda reforçados, junto ao hipermercado Jumbo, os acessos à rede de apoio ao centro de carga aérea do Aeroporto e os acessos à zona envolvente da área comercial.