A população de Covelas não desiste de lutar contra a construção de um aterro sanitário na freguesia.

Depois de se terem manifestado, no centro da cidade, na tarde de sábado, os covelenses – e outros trofenses de todo o concelho que se juntaram ao protesto – marcaram a próxima ação de manifesto, em forma de caminhada.

A iniciativa está marcada para 14 de junho, às 9.30 horas, e começa junto à Capela de S. Gonçalo, em Covelas.

“Vamos lutar pela saúde dos nossos filhos”, pode ler-se no cartaz que anuncia o evento.

Está também a ser preparado um “megabuzinão”, ainda sem data de realização definida, mas o movimento de protesto apela já à participação de toda a população do concelho da Trofa, através de uma “caravana” automóvel ruidosa.

“Usem as buzinas dos carros, vuvuzelas, tachos e panelas, tudo o que possa fazer barulho para que nos ouçam, alto e bom som, que não queremos aterro em Covelas”, apela a organização.