dancassalaojunta 

“Espectáculo digital” na Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, no domingo, ajudou a angariar fundos para que as alunas da escola de ballet participem numa competição em Viana do Castelo.

Henrique e Teresa são as personagens principais do musical “Povo Antigo”. São os primeiros rei e rainha de Portugal e que contam como se formou o país a partir de Gião, em Vila do Conde.

É a história de Portugal contada “de uma forma didáctica e divertida”. Muita luz, projecções e música compõem um cenário simplista, pintado apenas pelos alunos vestidos à imagem do tempo da monarquia.

Este musical foi encenado na Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado pela associação do Centro Desportivo, Cultural e Recreativo de Gião, que decidiu ajudar a escola Passos de Dança, pais e alunos a angariar fundos para que as bailarinas participem no Prix de Viana, “um prémio que já existe há sete ou oito anos”, explicou Márcia Ferreira, responsável pela escola de ballet que funciona na Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado. “É um concurso internacional onde participam escolas do país inteiro, de Espanha e de outros países. Surgiu uma oportunidade das alunas irem, elas ficaram entusiasmadas e pusemos os pés ao caminho para levá-las”, explicou.

Assim, pediram ajuda à associação do Centro Desportivo, Cultural e Recreativo de Gião, para encenar o musical e atrair mais pessoas à Junta, angariando desta forma mais dinheiro para que as bailarinas possam dançar ainda mais longe.

“Neste momento estamos a angariar alguns fundos. A Junta vai suportar todas as despesas de inscrições, que são avultadas, e estamos a tentar angariar fundos para cobrir as despesas de estadia”, acrescentou Márcia Ferreira.

O bar com bolos e bebidas e as rifas à venda ajudaram a causa e alimentaram a esperança das 13 meninas em participar na competição internacional.

Consciente da importância desta iniciativa para as alunas da Trofa, Daniel Pinheiro encenador e responsável pela associação de Vila do Conde, não pensou duas vezes para ajudar a tornar o sonho das bailarinas uma realidade. “Todos juntos vamos conseguir que a escola Passos de Dança, que já é uma escola conceituada aqui no concelho, participe no concurso e quem sabe até trazer uma boa classificação para a Trofa”, comentou.

“A Junta prontificou-se a pagar os custos das inscrições”, mas Natália Soares, membro da Junta de Freguesia, apoiou a iniciativa desde o início e cedeu as instalações para, “em parceria com os pais”, poder juntar ainda mais fundos que possam custear esta ida a Viana do Castelo.

O 12º Festival de Dança de Viana onde se incluiu o concurso “Prix Viana” realiza-se a 19, 20 e 21 de Março, no Teatro Sá de Miranda, em Viana do Castelo. Está dividido em quatro níveis: nível pequenos bailarinos, nível elementar, nível intermédio, nível avançado, com trabalhos inscritos em seis géneros: Ballet Clássico, Dança Contemporânea, Jazz, Dança de Rua, Danças Populares e Sapateado e aceita bailarinos a partir dos cinco anos de idade.