A população do Muro e do concelho da Trofa prepara-se para, na próxima sexta-feira, 5 de junho, “invadir” a Assembeia da República para “buscar” o metro. A Coligação Democrática Unitária (CDU) vai levar a discussão um novo projeto de resolução, entregue na Assembleia da República a 24 de abril, que visa dar continuidade àquele que foi entregue em abril de 2012 e que recomendava ao Governo que executasse a 2.ª fase da rede do Metro da Área Metropolitana do Porto, com a ligação ISMAI-Trofa.
Segundo Jaime Toga, do Partido Comunista Português, é “recomendado ao Governo que o prolongamento da linha C do Metro do Porto se concretize até ao fim do 1.º semestre de 2016”. “Este projeto de resolução tem a especificidade de definir um prazo para a concretização da obra e isto é diferente do projeto que foi aprovado em 2012, porque não tinha um calendário de concretização da obra. Este tem esse elemento adicional que é o que garante a concretização da obra e significa que o Governo não o pode meter na gaveta”, afirmou.
Um grupo de cidadãos juntou-se para organizar a ida a Lisboa e as inscrições podem ser feitas no Café da Estação, no Muro.