mundos_vida.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jorge Gabriel dá a cara pela campanha “Procuram-se abraços”, protagonizada pela associação famalicense Mundos de Vida

“Procuram-se abraços” é o nome da campanha lançada, na semana passada, pela Mundos de Vida, uma IPSS de Lousado, Vila Nova de Famalicão que tem como objectivo captar novas famílias que estejam disponíveis para acolher, temporariamente, crianças em situação de risco.

Jorge Gabriel, conhecido apresentador de televisão dá a cara por esta que consiste na colocação de outdoors e de mupies e na distribuição de panfletos publicitários e para esta campanha contou também com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. Este novo serviço destina-se a todas as famílias do concelho de Famalicão, mas pode no futuro, dependendo do sucesso da campanha agora lançada, alargar-se aos municípios da Trofa e Santo Tirso. Os interessados devem inscrever-se nas instalações da Mundos de Vida, na Rua Quinta da Serra, em Lousado. Depois de seleccionados, os candidatos receberão formação e serão permanentemente acompanhados.
Este projecto, pioneiro a nível nacional, dado que é a primeira vez que este serviço não será prestado directamente pela Segurança Social só foi possível graças a um acordo de cooperação que foi estabelecido no Verão passado entre a associação de Lousado e a Segurança Social. “Quando no ano passado, chegamos com esta ideia a Lisboa, não sabíamos que ainda ninguém o tinha feito no país”, confidenciou o responsável da Mundos de vida.

Depois de inaugurar, em Janeiro do ano passado, a Casa do Alto, um lar para crianças e jovens em risco, a Mundos de Vida decidiu criar um Serviço de Acolhimento Familiar, com o objectivo de “encontrar uma nova geração de famílias, motivadas por razões humanitárias, que estejam dispostas a acolher, temporariamente, meninos e meninas que, por diferentes razões, não podem viver com os seus pais e não têm garantido o seu direito a ‘crescer em família’”.
Com este projecto, quer-se também chamar a atenção para a importância de “defendermos o direito de crescer em família” e também para “o papel enorme que têm as famílias de acolhimento”, explicou o presidente da Mundos de Vida, Manuel Araújo, para quem este projecto “é, pessoalmente, o mais significativo”, até hoje desenvolvido pela associação

Manuel Araújo reconheceu também a importância dos parceiros da instituição neste projecto, nomeadamente a Universidade do Minho e três instituições espanholas: as universidades de Oviedo e de La Laguna (Canárias) e a Fundación Meniños. Aliás, a equipa da Mundos de Vida esteve, recentemente, durante um mês em Espanha a trabalhar com os responsáveis destas instituições com muita experiência em matéria de crianças e jovens em risco.

Na cerimónia estiveram ainda presentes um representante da secretária de Estado Adjunta e da Reabilitação Idália Moniz, que estava ausente no estrangeiro; o presidente da Câmara de Famalicão; uma representante da Universidade do Minho; e o procurador do Ministério Público de Famalicão.
O Armindo Costa felicitou a Mundos de Vida por mais esta iniciativa, “que faz de Famalicão cada vez mais um concelho solidário”.